Acompanhe aqui:

1 de abril de 2016

Toda a inteligência de Marcelinho Huertas


Um lance protagonizado pelo brasileiro Marcelo Huertas está dando o que falar. Tudo porque o armador do Los Angeles Lakers usou uma artimanha para buscar um roubo de bola e recuperar a posse para sua equipe. Ele se escondeu atrás do técnico do Miami Heat, Erik Spoelstra, para sair do campo de visão de Goran Dragic. E deu certo. O esloveno conduzia a laranja quando de repente chegou Huertas roubando a bola.



Sorte? Treinamento? O que aconteceu na verdade? Bom, o pessoal do Pick And Roll Brasil publicou um vídeo com as palavras do Marcelinho. Ele disse que já vinha treinando tal lance, porém o armador adversário ou o jogador que batia o fundo bola sempre o via. Contra o Heat, ele contou com o fato de Dragic estar de costas e em rápida movimentação. Deu certo. 

O lance vem sendo muito comentado lá pelas bandas do Tio Sam. Huertas, que teve ótima preseason, não mostrou o bom basquete no início da regular season. Além de perder espaço na rotação de Byron Scott, precisou ouvir centenas de piadas por causa de certos lances (como aquele de arremessar de costas) e por cair fácil em crossovers dos adversários. 

O excelente armador Huertas, que trilhou caminho de respeito na liga espanhola, o Huertas experiente com visão de jogo diferenciada, estava sendo alvo de piadas. Obviamente muitos americanos não conheciam o seu potencial e habilidade, portanto sua chegada na NBA não foi das melhores. Ele viu que estava atuando abaixo, viu que precisava treinar mais e seguir sendo um exemplo para os jovens do grupo. Aos poucos retomou espaço, reencontrou o seu bom basquete e foi crescendo novamente.



Chegamos no mês final da temporada regular. A transição do basquete europeu para a NBA é sempre complicado. Um exemplo recente: Tiago Splitter. Aguentou uma temporada inteira no banco do DeJuan Blair para depois se tornar titular e campeão. Ele e Pop tiveram paciência. Funcionou. Vamos torcer pelo menino #MARCELOOOOOOOO para garantir um novo contrato, seja no Lakers ou em qualquer outra das 29 franquias.

0 comentários :

Postar um comentário

Manda a sua mensagem, solta o verbo, fã da NBA!