Acompanhe aqui:

5 de fevereiro de 2016

Se não sofresse com lesões, Wade se coloca ao lado de James e Jordan


Já são anos e anos na NBA. Dwyane Wade não precisa provar mais nada a ninguém. Está consagrado. O que vier agora para o astro de 34 anos é lucro. Sua entrada ao Hall da Fama do basquete será questão de tempo. A única pulga que fica atrás da orelha é: se as lesões não o tivessem prejudicado tanto, aonde o rapaz chegaria? 

Ao longo das temporadas, o camisa 3 do Miami Heat perdeu 187 partidas por conta de algum problema físico, do mais leve ao mais grave. E não é só isso que o prejudicou. As seguidas contusões no joelho, recorrentes em sua carreira, reduziram sua capacidade em quadra. Sua inteligência segue a mesma, no entanto às vezes, em determinados momentos do duelo, nota-se um jogador se preservando ao máximo para não "estourar".

"Se eu não tivesse tido tantas lesões e permanecido saudável, provavelmente minha carreira teria sido tão grande quanto a de LeBron e Jordan"

Em uma carreira de mais de 800 jogos em regular season e médias gerais de 23.8 pontos, 5.8 assistências e 4.9 rebotes, além de excelente aproveitamento nos arremessos de quadra (48,8%), o menino Wade tem razão em questionar a sua condição em uma carreira livre de problemas graves. Se seria igual a James e Mike eu não sei, apenas que seria mais brilhante, isso sim.


0 comentários :

Postar um comentário

Manda a sua mensagem, solta o verbo, fã da NBA!