Acompanhe aqui:

17 de janeiro de 2016

Os jogadores mais sujos da atualidade


O Los Angeles Times andou realizando mais uma de suas séries de pesquisas anonimas que busca saber o que o pessoal de dentro da NBA realmente acha de seus adversários. Na mais atual, questionou alguns treinadores e assistentes técnicos quem é o jogador mais sujo da atualidade. Em um total de 24 entrevistados, o armador do Cleveland Cavaliers, Matthew Delladevova, foi, disparado, o mais lembrado (13).

O motivo da maioria de votos em Delly foi sua atuação nos playoffs em 2015. O pessoal que participou dessa pesquisa relembrou os casos do armador contra o Atlanta Hawks, onde problemas com Kyle Korver (que perdeu o restante das finais do leste) e Al Horford chamaram a atenção. Outro problema foi uma confusão envolvendo Taj Gibson, na semifinal contra o Chicago Bulls. Todas atitudes consideradas antidesportivas. 

Não foi apenas Delly que foi lembrado: Steven Adams (OKC) recebeu 7 votos, Andrew Bogut (GSW) 5, Matt Barnes (MEM) 4, e Serge Ibaka (OKC) 2. Alguns dos entrevistados votaram em mais de um nome. O que preocupa nesse ranking é que os três mais votados são da Oceania (dois da Austrália e 1 da Nova Zelândia). Se considerar que temos 8 atletas desse continente, ter 3 considerados sujos é algo a ser considerado.

Há quem diga que Dellavedova não é sujo, e sim um cara com raça e que não vê bola perdida. Pode ser um argumento. O chato é que é um cara que já coleciona problemas e confusões na liga. Péssimo para um profissional de apenas três temporadas na NBA. Cria um rótulo negativo, ele acaba sendo visado por todo mundo. Se essa discussão diverge a opinião dos fãs, essa enquete mostra a visão de pessoas lá de dentro, que estão sentados no banco de reservas.

Aguardo os comentários dos leitores/seguidores. Manda aqui no blog ou nas redes sociais!


2 comentários :

Complicado afirmar algo quando essas pesquisas são anonimas.

Postar um comentário

Manda a sua mensagem, solta o verbo, fã da NBA!