Acompanhe aqui:

9 de dezembro de 2015

Conversas se iniciam para evitar um novo locaute


Quem aqui se lembra do locaute? A "greve" protagonizada pelos dirigentes das franquias forçou a temporada 2011/2012 iniciar no dia 25 de dezembro, impossibilitando uma maior preparação dos jogadores (o que ocasionou um caminhão de lesões). Para tentar evitar que o bloqueio ocorra mais uma vez, já está em processo algumas conversas entre o núcleo da NBA com a presidente da associação dos jogadores da NBA (NBPA).

Parece que a maior discussão fica na parte de redistribuição do dinheiro. Um novo contrato entre liga e sindicato dos jogadores deve sofrer alterações. Se do lado dos atletas eles querem igualidade na distribuição de receitas, os donos de franquias querem, no mínimo, que o ordenamento siga como está: 51% para a NBA, 49% para a associação. Foi esse empecilho que travou toda a preseason de 2011, onde os proprietários desejavam ver a participação dos atletas cair para 47%. Como nenhum lado roeu a corda, a NBA cancelou todas as operações naquele ano. 

O termo greve é usado quando a paralisação parte dos "funcionários", neste caso os jogadores. O que torna locaute é quando a reivindicação parte dos "empregadores", os donos de organizações. Depois de tantas reuniões, conversas e negociações, ambas as partes resolveram os problemas e, em 8 de dezembro de 2011, anunciaram que o locaute havia acabado. O bloqueio havia chegado ao fim. A partir dali, foi liberado os training camps, preseason (apenas míseros 2 jogos para cada time) e as franquias puderam, novamente, utilizar a imagem dos jogadores em seus sites e redes sociais. Para quem não lembra, a temporada 2011/2012 só teve 66 jogos. 

Voltando a falar do momento atual, outros temas de discussões para os próximos meses (o acordo em vigor expira em 1 ano e meio) são a reformulação do NBA Draft (um pedido do comissário Adam Silver). Outro tema abordado é o aumento do limite máximo para os salários, penalidades para quem ultrapassar o teto salarial, os valores dos impostos de luxo e a idade mínima para os jogadores adentrarem na NBA.

Bom, o que desanima é o fato que novamente poderemos passar por essa situação chata. Me recordo bem aquela época. Era o início do blog e eu não tinha nenhuma informação para postar. Era locaute, locaute, locaute e locaute. Reuniões exaustivas que agradavam fulanos, mas que deixavam ciclanos descontentes. Não tinha saída. É uma mini guerra envolvendo proprietários vs. jogadores. Todos querem aumentar seus lucros, no entanto os valores nem sempre agradam. O lado positivo é ver que o ano ainda não virou e já existem conversas entre os dois lados. Com calma e diálogo, temos tudo para passarmos por essa sem problemas. Não vai ter golpe locaute e todos nós seremos felizes. Que assim seja!

0 comentários :

Postar um comentário

Manda a sua mensagem, solta o verbo, fã da NBA!