Acompanhe aqui:

11 de novembro de 2015

Mark Cuban diz que algum dia vai revelar as mensagens de DeAndre Jordan


No dia 3 de julho, era anunciado o acordo verbal entre DeAndre Jordan e Dallas Mavericks. Quando aqui no Brasil esses acordos não valem muita coisa, nos Estados Unidos, principalmente nas grandes ligas americanas, o acordo verbal é quase sagrado. É uma espécie de palavra de honra. Quando o jogador aceita a proposta inicial da franquia, o acerto é iminente. Na data que saiu o acordo, o pivô tinha aceito o vínculo de 4 anos e 80 milhões de obamas. Só não foi oficializado pois os negócios só poderiam ser concretizados a partir de 10 de julho.

E parece que quando todo aquela confusão tinha sido esquecida e o capítulo encerrado, vem o proprietário do Mavs, o grande Mark Cuban e coloca mais lenha na fogueira. Em uma conversa com o Los Angeles Time, o dono da organização texana disse ter salvo todas as mensagens recebidas por Jordan durante o período de negociações e que o acerto estava confirmado. 

"Algum dia deixarei que leiam as mensagens e então falaremos disso. Agora não é o momento"

As declarações de Cuban aparecem bem na semana em que o Los Angeles Clippers viaja para enfrentar os Mavs. O confronto acontece nessa quarta-feira (11/11), às 23h. Já podemos imaginar a recepção que o pivô vai receber na American Airlines Center.  

Não é nenhum exagero dizer que toda essa confusão envolvendo Equipe-Jordan prejudicou demais a offseason dos Mavs. Com todo o esforço voltados à Jordan, o time tinha o negócio como certo. Os dias se passaram e houve toda essa reviravolta. Ao que indica, Cuban não tinha um plano B. E se tivesse, já não havia tempo para ir atrás de algum free agent de impacto. Perdendo Tyson Chandler (que foi para o Phoenix Suns), hoje Rick Carlisle precisa usar Zaza Pachulia e JaVale McGee na posição de Center. 

Para quem não lembra o caso: 3 de julho saiu a informação que DeAndre Jordan tinha aceitado os termos de contrato com os Mavericks. Ele pensou melhor, viu que era melhor para sua carreira seguir no Clippers e resolveu mudar de ideia. Só que a cagada já tinha sido feita. Foi no dia 9 de julho que se instalou a história mais maluca da offseason: Doc Rivers e os jogadores dos Clippers estariam na casa do DeAndre e não deixariam ele sair da residência para assinar com os Mavs. O jogador assinou contrato de 4 anos e 88 milhões com o time de Los Angeles.

0 comentários :

Postar um comentário

Manda a sua mensagem, solta o verbo, fã da NBA!