Acompanhe aqui:

10 de novembro de 2015

As maiores viradas da história


Início de terceiro período, Andrew Wiggins recebe passe de Ricky Rubio, mete uma de três e coloca 34 pontos de frente no placar. O jogo estaria decidido? Melhor esperar. Mesmo debaixo do mal tempo e muito atrás, o Atlanta Hawks, que jogava em casa, tentou uma virada para ninguém colocar defeito. O marcador apontava 81-47 para o Minnesota Timberwolves. O jovem time estava tão bem, dominando as ações sem dar chance para os donos da casa. Não existia um indício que pudesse colocar o jogo em perigo. Só que o basquete é genial e tudo mudou.

O Hawks foi tirando a vantagem sem dó. Convertia seus arremessos, forçava o turnover do adversário e voltava a anotar. Ao final do 3Q o placar era 93-84, apenas 9 pontos de diferença. Parecia que o Wolves tinha morrido. Não havia mais reação. Quando restavam 3:25, Paul Millsap virou o jogo: 107-106. O Wolves ia Wolviar (rs)? Para sua sorte, o moço chamado Andrew Wiggins estava em um dia iluminado e não deixou um crime ser cometido em Atlanta. Com 33 pontos, o ala botou a bola em baixo dos braços e decidiu a parada. Vitória dos Wolves por 117x107.

No twitter, perguntaram: Paixão NBA, seria a maior virada da história? A resposta é não. Se o Hawks vira e vence, os 34 pontos que o time tirou não seria a maior virada. Como eu adoro viajar no tempo, os senhores já sabem o que vou fazer... quem quiser, vem comigo!


No dia 21 de dezembro de 2009, o Sacramento Kings visitava o Chicago Bulls no United Center. Ambas franquias estavam com campanhas negativas e, por se tratar da reta inicial da temporada, a vitória era super bem-vinda para se iniciar uma reação. O Bulls estava fazendo o dever de casa e triunfando sem dificuldades. Ao anotar 2 pontos, John Salmons colocou o placar em 79x44. O tempo? Restavam 8:50 minutos para o término do 3Q. TRINTA E CINCO PONTOS de vantagem. Acredite, o Bulls tomou a virada. O mais maluco é que o time de Vinny Del Nero liderou o marcador em 44 minutos e 52 segundos. A peleja se encontrou empatada por 1 minuto e 16 segundos. O Kings precisou liderar o placar por apenas 1 minuto e 52 segundos para vencer por 102x98. QUE NOITE TRÁGICA!!!


Chegando em 1996, o Utah Jazz de Karl Malone e John Stockton protagonizou a maior virada da história da NBA. O Denver Nuggets visitou Salt Lake City e vinha surrando o time de Jerry Sloan. O intervalo apontava 70-36 para a organização do Colorado. Em noite de Malone e Hornacek, o Jazz anotou 36-15 no 3Q e 35-18 no 4Q. O placar final era 107x103. Foi nesta temporada que o Jazz disputou sua primeira final da NBA.

Outras viradas...

4 de fevereiro de 1998
Utah Jazz 101 x 93 Chicago Bulls
Diferença do Bulls chegou a ser de 31 pontos;

25 de novembro 1977
Milwaukee Bucks 117 x 115 Atlanta Hawks
Bucks tirou diferença de 29 pontos

30 de dezembro de 2008
Dallas Mavericks 107 x 100 Minnesota Timberwolves
Mavs tirou a vantagem de 29 pontos dos Wolves (70-41)

5 de dezembro de 2003
Boston Celtics 106 x 110 Phoenix Suns
O Suns também buscou 29 pontos do adversário (65-36)

Siga o Paixão NBA no Twitter

2 comentários :

Clippers tb tirou 29 pontos do Memphis nos playoffs de 2012

Clippers tb tirou 29 pontos do Memphis nos playoffs de 2012

Postar um comentário

Manda a sua mensagem, solta o verbo, fã da NBA!