Acompanhe aqui:

15 de outubro de 2015

Lamar Odom, Magic no Rio, Casas de Apostas... as rapidinhas da NBA


Veja no BLOG >> As maiores pontuações dos brasileiros na NBA

Lamar Odom segue lutando pela vida

O ex-astro da NBA, Lamar Odom, segue em estado grave após ser encontrado inconsciente em um bordel em Nevada. Segundo informações apuradas, o jogador estava feliz, porém bebia muito e teria ingerido um tipo de viagra ecológico. Na bula do estimulante sexual, consta diversos efeitos colaterais que podem ter causado todo esse problema com o jogador de 35 anos. Internado, Odom sofre com problemas no coração, rins e pulmões. A NBA inteira torce para a recuperação do duas vezes campeão com o Los Angeles Lakers, além de campeão mundial vestindo a camiseta americana.

Chegada e futevôlei em Copacabana

A delegação do Orlando Magic já está em solo brasileiro. Se na terça-feira atuou contra o Miami Heat em jogo válido pela pré-temporada, no dia seguinte os jogadores e a comissão técnica já desembarcava no Rio de Janeiro. Parte do grupo foi para a praia aproveitar as belezas da cidade maravilhosa. Em vídeos postados pela franquia e pelos próprios atletas, o futevôlei em Copacabana rendeu. A partir dessa quinta-feira, começa a preparação para a partida contra o Flamengo, sábado, na Arena da Barra.

A relação que não vai nada bem...

Rajon Rondo nem chegou direito ao Sacramento Kings e já encontra problemas por lá. Ele deu entrevista dizendo que o relacionamento com George Karl, treinador da organização, não está boa. O armador comentou que os dois tiveram discussões nos últimos dias e os nervos subiram à flor da pele. Rondo ainda comentou que, com sorte, os dois seguirão se comunicando e a relação melhorará com o tempo.

Rose pronto para o início da temporada regular?

O técnico do Chicago Bulls, o novato Fred Hoiberg, não confirmou se Derrick Rose terá condições de estrear na temporada regular diante do Cleveland Cavaliers. Ainda se recuperando dos problemas no rosto que sofreu no primeiro dia de treinamento, Rose ainda não trabalhou com o plantel em decorrência das três semanas de inatividade. Com seu armador sem ritmo, Hoiberg prega cautela e diz não querer colocar em risco a saúde física de Rose.

E como anda a casa de apostas?

A casa de apostas americanas já estão à mil por hora. Antes mesmo da temporada começar, as apostas para MVP e Novato do Ano já estão valendo. LeBron James e Anthony Davis soltam na frente no prêmio de jogador mais valioso, enquanto Emmanuel Mudiay e Jahlil Okafor estão bem cotados para o prêmio de novato.

Direto para o banco

O brasileiro Nenê Hilário perdeu a condição de titular em Washington. Ao que parecia apenas experimentos de rotação efetuados por Randy Wittman, parece ser quase uma definição do coach. Kris Humphries cresceu nesse início de preparação, e Otto Potter Jr. (no small ball) mostra números melhores se comparados com Nenê. Óbvio que o ala-pivô seguirá com minutos importantes, mas depois que seu nome foi vinculado em possíveis trocas nessa offseason, sua moral diminuiu na capital americana.

Tchau tchau

A aventura de Ben Gordon em Oakland durou apenas 20 dias. Segundo relatos de Marc J. Spears, os Warriors decidiram cortar o veterano após esses primeiros dias de treinos. O contrato não era garantido e esse corte poderia acontecer a qualquer momento se a franquia desejasse. Na temporada passada, Gordon anotou médias de 6,2 pontos, 1,1 rebotes vestindo a camisa do Magic em 56 encontros. 

Two Time Champion fora por tempo indeterminado

O duas vezes campeão da NBA, Norris Cole, vai desfalcar o New Orleans Pelicans por tempo indeterminado depois de sofrer um entorse no tornozelo durante um treino. Os médicos dos Pelicans nem ousaram prever uma data de retorno e analisará os avanços clínicos do jogador. Após trocar South Beach por New Orleans, Cole obteve boas médias de 9,9 pontos, 1,8 rebotes e 3,2 assistências em 24,4 minutos de quadra. 

Lance não era tratado como uma estrela na Carolina do Norte

Todo mundo aqui sabe que a passagem de Lance Stephenson pelo Charlotte Hornets foi um desastre. Ele não conseguiu repetir 10% do jogador que foi no Indiana Pacers. Agora no Clippers comandado por Doc Rivers, o menino assoprador comentou que não era tratado como estrela em Charlotte, e que a bola nunca passava por ele. Tadinho. 

0 comentários :

Postar um comentário

Manda a sua mensagem, solta o verbo, fã da NBA!