Acompanhe aqui:

6 de abril de 2015

Paul George, Hall da Fama, declarações, sustos... as rapidinhas da NBA


Siga o Paixão NBA no Twitter
Dica para não perder o emprego por causa da NBA

Enfim as coisas estão sendo ajeitadas e a casa ficando arrumada. Depois de problemas com o domínio do blog, fiz de tudo para garantir um novo (agora .com.br) e, felizmente, tudo foi reativado. Com muitos problemas no mês de março por causa da faculdade, trabalho, etc. etc. (totalmente normal nessa época do ano), tudo se ajeitou. Agora o PN volta com aquela grande presença aqui nesse espaço e, além das nossas redes sociais, o fã fica muito bem informado com notícias/informações mais detalhadas.

Hoje, para começar a pegar o ritmo dos posts (rs.), vou me situar postando algumas notícias breves, as conhecidas 'Rapidinhas da Liga'. Assim o amigo internauta fica sabendo das últimas do mundo da NBA e, a partir daí, seguimos com o forte trabalho. Ah, e não se esqueçam do bolão! Últimos dias para se inscrever. Corre, seus Brian Scalabrine.

Os melhores da semana

O barbudo James Harden (HOU) e o pivô Brook Lopez (BKN) foram eleitos os jogadores da semana. Totalmente merecido, né? Harden, candidato ao MVP, anotou média de 36,8 pontos na semana, fazendo chover em qualquer canto do planeta. Já o Lopez cresceu depois da parada para o All-Star Game. Foi responsável por 20,8 pontos, 10,3 rebotes e 2,0 tocos (além do Nets pular pro sétimo lugar).

The Return

Ele voltou! Ele voltou! Não estou falando outra vez de Derrick Rose, e sim de Paul George. O ala do Indiana Pacers, que fraturou a perna em agosto (todo mundo aqui lembra), retornou na noite do domingão e ajudou o Pacers vencer um rival direto na briga pelos playoffs, o Heat. Em 15 minutos, PG marcou 13 pontos e recebeu todo o carinho dos fãs de Indianópolis. Seja bem-vindo novamente, George!

Hall da Fama

O Naismith Memorial Basketball Hall of Fame divulgou a lista de nomes dos 11 selecionados para adentrar no seleto grupo de jogadores no Hall da Fama do basquete. O destaque fica por conta de Dick Bavetta, árbitro da NBA por 39 interruptas temporadas, os ex-jogadores Dikembe Mutombo, Jo Jo White e Spencer Haywood; a ex-jogadora Lisa Leslie, e o técnico da NCAA John Calipari. A lista fica completa com Louis Dampier, John Isaacs, Lindsay Gaze, Tom Heinsohn e George Raveling. A cerimônia acontece entre 10 e 12 de setembro.

The Return (Agendado)

Agora sim falo de Derrick Rose. O armador do Chicago Bulls, que voltou a treinar com os colegas de time, deve retornar nessa semana para chegar bem aos playoffs. Serão poucos minutos, no entanto preciosos. O técnico Tom Thibodeau e todo o departamento médico da organização ficará atento para qualquer movimento do jogador. Rose não atua desde o dia 23 de fevereiro, e tem uma média de 18,4 pontos, 5,0 assistências e 3,1 rebotes.

Susto em Atlanta

A lesão que Paul Millsap sofreu na surra que o Hawks deu no Nets, não é grave. Ele perderá apenas duas pelejas e poderá voltar antes mesmo da pós-temporada começar. A informação é que muita gente ficou preocupada em Atlanta, pensando que o cestinha da franquia na temporada poderia ficar muito mais tempo longe das quadras. Está tudo bem.

Recorde negativo

O Los Angeles Lakers está de parabéns! Na sua batalha pelo TANK, o time comandado pelo grande Byron Scott bateu a marca de 56 derrotas na temporada, chegando ao maior número de derrotas que a organização já sofreu em um único ano. O recorde era de 2013/2014, com 55 derrotas. O tank, ele não tem limites.

Que venha os Cavaliers...

Cavs e Bulls chamou atenção antes mesmo da regular season começar, certo? Hoje mais um pitaco foi dado sobre uma possível batalha nos playoffs: Joakim Noah comentou sobre o confronto: "Cleveland é uma grande equipe, mas acreditamos em nós mesmos. Seria ótimo enfrentá-los nos playoffs. Muito emocionante. Espero que isso aconteça".

Joga ou não joga?

A temporada do lanterna Minnesota Timberwolves já foi para o espaço. Agora o armador espanhol Ricky Rubio, que sofre com uma lesão nos tornozelos e que também já largou o barco no ano, pensa em outra coisa: o torneio europeu de seleções. Em entrevista à The Associated Press, Rubio admitiu que não sabe se poderá atender o chamado da seleção espanhola. Ele vai esperar a temporada regular terminar para decidir. Rubio jogou apenas 22 partidas em 2014/2015.

Olha o Chalmers falando...

Lesões, time novo, despedidas... essa é a temporada do Miami Heat, com mais baixos que altos. Com derrotas nos segundos finais que custaram muito caro, o finalista das últimas quatro temporadas deverá assistir os playoffs diretamente do sofá. A chegada de Goran Dragic fez Mario Chalmers perder espaço na rotação, o que deixou o armador frustrado. Hoje ele chuta o balde: "Nem sei qual é meu papel nessa equipe. Eu não sei o que tenho que fazer". As declarações foram dadas ao Miami Herald. A coisa tá feia em South Beach, amigo.

0 comentários :

Postar um comentário

Manda a sua mensagem, solta o verbo, fã da NBA!