Acompanhe aqui:

4 de janeiro de 2015

Carmelo Anthony poderia não jogar mais o restante da temporada



Amigos, a fase que o New York Knicks vive é de assustar até o mais fiel torcedor. Apesar de todos os problemas, elenco enfraquecido, jogadores recebendo grandes salários, havia esperança que Phil Jackson conseguiria tirar leite de pedra e mobilizar esse elenco a uma boa temporada, ou pelos menos digna. Nada disso aconteceu. Derek Fisher chegou, Carmelo ficou, Amar'e e Bargnani estão lá e tudo deu errado. Hoje o Knicks tem 30 derrotas em 35 jogos e já faz sua equipe de direção planejar o próximo ano. Esse está perdido.

E nesse planejamento, a alta cúpula da franquia já pensa em descansar Carmelo Anthony. Seguidamente a estrela da franquia aparece com dores, problemas físicos e acaba estando longe do seu melhor estado. Se com ele em totais condições de atuar já é difícil, sem sua presença a derrota é iminente. Como a temporada 2014/2015 já está perdida e muito torcedor já quer esquecer, a ideia é que Melo não jogue mais em determinado momento da temporada. Abandonar é uma palavra muito forte, porém dar um descanso antecipado é a palavra que melhor soa para essa situação.

O que o Knicks pretende com isso? Como Melo não consegue se manter saudável, a organização quer tirá-lo da temporada para ele poder passar por um rápido procedimento cirúrgico, ter tempo de se recuperar e estar praticamente novo até novembro, pronto para a temporada 2015/2016. O pensamento é que o verão seja bom e que Jackson consiga trazer grandes agentes livres para credenciar o Knicks como sério candidato ao título. Para isso se concretizar, precisa de Carmelo inteiro. 

Para Anthony, ele quer jogar até o seu joelho permitir. É arriscado demais. O seu contrato de 124 milhões está em vigor e a franquia quer tirar o melhor da estrela de 30 anos. Deixar o barco nessa situação com certeza não é de sua vontade, mas pensando a médio e longo prazo, uma parada forçada seria grande para o Knicks e para sua carreira.

Forçar para que? Hoje o New York Knicks Basketball tem um aproveitamento de horrendos 14,3%, de longe o pior da história da franquia fundada em 1946. Para se ter uma noção, a segunda pior campanha dos Knicks ocorreu em 1962-1963, quando atingiu 21 vitórias e 59 derrotas (aproveitamento de 26,3%).

Em conversa com o blogueiro Rubens Borges, do Hit The Glass, ele comentou que tudo indica é que Melo atue até a parada para o All-Star Game, que ocorre em New York, no Brooklyn. Ter uma estrela jogando em casa é fundamental para garantir a alegria dos torcedores e do espetáculo. Dali em diante, a qualquer momento o Knicks pode anunciar que Carmelo esteja fora da temporada.

Em 30 jogos, o camisa 7 anotou média de 23,8 pontos, 6,6 rebotes e 3,1 assistências. Com o pensamento de como seria sua vida em Houston, Chicago e até mesmo em Los Angeles, Melo segue em frente até onde consegue...

0 comentários :

Postar um comentário

Manda a sua mensagem, solta o verbo, fã da NBA!