Acompanhe aqui:

31 de dezembro de 2014

Paul Pierce vê seu futuro ligado ao Boston Celtics


---> Lance Stephenson fez escola de assopros
---> Fique sempre de olho nos palpites do blog

A aposentadoria bate na porta de Paul Pierce todos os dias para relembrar que o veterano está perto de pendurar os tênis e encerrar uma carreira profissional vitoriosa e cheia de ótimas recordações. Mas quem pensa que o 'The Truth' ficará longe do basquete, está muito enganado. O ala declarou que sonha em ter uma oportunidade nos escritórios do Boston Celtics, franquia por qual jogou 15 de suas 17 temporadas na NBA.
"Certamente no verão vou para Boston falar com Danny Ainge (presidente das operações de basquete) e Wyc Grousbeck (co-proprietário), para então saber as oportunidades que poderiam me abrir no futuro. Eu vou a Boston sempre que termina a temporada. Eu gosto de manter meu relacionamento com as pessoas de lá, porque eu acredito que juntos podemos fazer negócios."

Outra opção que vê com bons olhos, é a de ser treinador. Mas esse desejo não é a curto prazo. Primeiro ele quer viver o dia a dia de uma organização de uma forma diferente. O intuito mesmo é conseguir alguma vaguinha no escritório, ser um gerente geral. Olha o que ele disse sobre a possibilidade de um dia ser técnico:

"Eu não estou seguro. Deixo a opção aberta. Treinar poderia ser uma possibilidade no futuro, mas eu acho que ainda tenho muito a contribuir para este esporte (na quadra). Sempre estou falando com os meus colegas e quando se trata de fazer o trabalho de scouting sempre dou a minha opinião. Portanto, treinador ou gerente geral me manterão amarrado ao basquete."

Bacana as palavras ao 'Boston Globe'. Mesmo. Tenho um respeito imenso pelo Pierce. Acho que ele atrai muitos críticos por ser marrento (o que eu aprecio). É o cara que pode estar tendo convulsões por dentro e continua com cara de bandido para manter o respeito dos adversários, que se intimidam com a sua forma de encarar o jogo.

Esse cidadão é mais um que não pode abandonar a modalidade. Será sensacional ver um Pierce de terno e gravata comandando um time, seja como gerente, como analista ou como comandante mesmo. Mas eu lembro de uma outra paixão dele: o poker. Em 2011 fiz um post sobre sua participação em um torneio (leia aqui). Fique no esporte, por favor.

0 comentários :

Postar um comentário

Manda a sua mensagem, solta o verbo, fã da NBA!