Acompanhe aqui:

26 de outubro de 2014

Preview Paixão NBA - Divisão Noroeste


E estamos aqui para mais uma projeção para a temporada 2014/2015 do melhor basquete do mundo. A medida que os previews vão saindo, a início da temporada se aproxima. Hoje vamos debater a Divisão Noroeste, composta por Thunder, Blazers, Nuggets, Jazz e Wolves. Apenas para deixar mais claro, as posições projetas para as franquias é uma média feita pela equipe PN (cada um deu o seu palpite individual).

Os previews, como ditos anteriormente, é um trabalho de Matheus Cezar, Ariel Paiva (@tripledouble_) e Felipe Torquini (@toerquini). Comentários, elogios, críticas, pedido de votos ou informações podem ser feitas através dos comentários ou pelo twitter do Paixão NBA (@paixaonba). Uma boa leitura, senhores. Está no ar mais um preview deste pequeno blog!


Perder Kevin Durant por 2 meses semanas antes de começar a temporada pode ser a pior notícia que um torcedor do Oklahoma esperaria. O MVP que havia deixado o Mundial para se preservar. No ano passado foi Russell Westbrook quem se machucou e deixou KD sozinho no controle, esse ano será o contrário. Anthony Morrow foi adicionado ao time, alguns jovens talentos como Jeremy Lamb, Perry Jones e Roberson vão precisar aparecer mais para ajudar West. Scott Brooks foi mantido apesar de várias críticas, muitas justas, sobre a rotação e o comando que ele teve sobre o time nos últimos tempos. 

PG: Russell Westbrook 
SG: Anthony Morrow 
SF: Kevin Durant 
PF: Serge Ibaka 
C: Steven Adams 

Destaque: Russell Westbrook é colocado como destaque desse Oklahoma pelo simples motivo do atual MVP perder 6 semanas da temporada lesionado. Westbrook vai ter a missão de comandar. Na última temporada, ele anotou 21.8ppg, 6.9apg em 30mpg.

Portland Trail Blazers (47-35, 8º no oeste)

A maior surpresa da última temporada no Oeste, depois do Phoenix Suns, foi sem dúvidas o Portland Trail-Blazers. LaMarcus Aldridge viveu sua melhor temporada desde que entrou na NBA e espera dar sequência nesse ano. Lillard, Matthews e Batum formam um dos perímetros mais poderosos na linha dos três pontos. Steve Blake foi adicionado ao elenco para passar experiência ao jogo de Lillard, coisa que o Blake Mamba pode fazer melhor que Mo Williams(Minnesota Timberwolves). Chris Kaman foi adicionado ao elenco para tentar fortalecer o garrafão e CJ McCollum após uma primeira temporada na liga cheia de lesões, espera conseguir uma sequencia e dar o retorno esperado pelos fãs de Portland vindo do banco. 

PG: Damian Lillard 
SG: Wesley Matthews 
SF: Nicolas Batum 
PF: LaMarcus Aldridge 
C: Robin Lopez 

Destaque: Aldridge por muitos e por algum tempo foi considerado a maior ameaça ao MVP do Kevin Durant, principalmente no início da temporada. Acabou certamente ficando entre os 10 melhores da liga ano passado, foram 23.2ppg e 11.1rpg com conversão de 46% dos arremessos.

Denver Nuggets (44-38, 9º no oeste)

Após uma temporada conturbada e cheia de lesões, Tim Connelly trabalhou bem na offseason e conseguiu o retorno de Arron Afflalo para Denver em troca do jovem Evan Fournier. Gallinari está de volta após 18 meses sem jogar lesionado. Com um bom draft, a equipe selecionou o ala-armador Gary Harris e o pivô Jusuf Nurkić(destaque na pré-temporada). Brian Shaw já havia descartado usar o triângulo na última temporada e deve descartar nessa também, a formula da transição deve ser mantida. Jovens como Erick Green e Quincy Miller devem ganhar mais espaço na equipe, principalmente o primeiro que na última temporada nem entrou em quadra. Apesar de não ser uma equipe favorita para conseguir uma vaga aos playoffs, também não é um time sem chances. Mais uma vez, dependerá de sua campanha na altitude para obter sucesso na temporada.

PG: Ty Lawson
SG: Arron Afflalo
SF: Danilo Gallinari
PF: Kenneth Faried
C: Timofey Mozgov

Destaque: Ty Lawson foi o segundo armador em chances criadas e em grande parte de outras estatísticas desse tipo na última temporada, ficando apenas atrás de Chris Paul. Nessa temporada, com um time melhor espera-se dele mais ainda. Ele anotou 17.6ppg, 8.8apg, 3.5rpg, 1.6spg e 43% FG%.

Utah Jazz (31-51, 13º no oeste)

A primeira temporada sem Al Jefferson e Paul Millsap não foi fácil para os torcedores do Jazz. Se esperava uma grande evolução de Enes Kanter e Derrick Favors(muito cotado até para o MIP antes da temporada começar). Kanter começou vários jogos até como reserva. Trey Burke perdeu grande parte da temporada, mas quando voltou, alavancou o nível da equipe. Dante Exum, 5º escolha do draft, promete bastante ao lado de Burke este ano. Rodney Hood foi outra aquisição interessante a equipe via draft. Esse Jazz talvez seja um dos times que mais concentram potencial em seu time titular na NBA atualmente. Gordon Hayward assinou uma extensão com a franquia por 4 anos onde ele ganhará 63 milhões de dólares, proposta que a equipe de Salt Lake City igualou a do Charlotte Hornets. 

PG: Trey Burke
SG: Dante Exum
SF: Gordon Hayward
PF: Derrick Favors
C: Enes Kanter

Destaque: Gordon Hayward pode até ser o jogador mais pronto do Jazz hoje, mas Trey Burke em sua segunda temporada é o cara que mais pode fazer a diferença para o time. O armador anotou 12.8ppg e distriuiu 5.7apg na sua primeira temporada na liga.

Minnesota Timberwolves (20-62, 15º no oeste)

Acabou a era Kevin Love em Minnesota. Uma era que não levou o time para nenhuma série de playoffs, lugar que a franquia não visita desde os tempos de Kevin Garnett. Mas o ala-pivô não foi por nada, na troca tripla com Sixers e Cavaliers, o Wolves recebeu a primeira escolha Andrew Wiggins e a primeira escolha do ano passado, Anthony Bennet e o ótimo Thaddeus Young. Ricky Rubio já não é garoto e nesta temporada precisa de fato evoluir seu jogo, principlamente seu arremesso. Zach LaVine chegou pelo draft. Ainda cru, LaVine mesmo assim pode fazer grandes jogadas. O Wolves ao lado do Jazz está entre os times com mais potencial na liga, um time muito divertido de se assistir. Wiggins sem dúvida será o maior motivo para assistirmos o Minnesota nesta temporada. Pekovic segue sendo uma referência no garrafão, com seu bom jogo ofensivo, vai seguir sendo importante para a equipe.

PG: Ricky Rubio
SG: Kevin Martin
SF: Andrew Wiggins
PF: Thaddeus Young
C: Nikola Pekovic

Destaque: Andrew Wiggins é a primeira escolha mais comentada dos últimos anos. Um potencial gigantesco. Não poderia ser por menos, ninguém é a primeira escolha de um dos melhores drafts dos últimos tempos. A ESPN projeta uma temporada de 15.1ppg com 43% nos arremessos de quadra para ele.

0 comentários :

Postar um comentário

Manda a sua mensagem, solta o verbo, fã da NBA!