Acompanhe aqui:

12 de outubro de 2014

O Paixão NBA vai ao Rio de Janeiro - O jogo

Foto de Alexandre Loureiro
Desde que foi divulgado que Miami Heat e Cleveland Cavaliers jogariam no Brasil, tentei imaginar esse momento de todas as maneiras possíveis. E acredite, nada do que imaginei aconteceu. As coisas tomaram uma outra proporção e tive que me adaptar para poder acompanhar a partida. Fui a Porto Alegre sem credencial, sem ingresso e apenas um objetivo: ver o Global Games. 

Foto de William Lucas
Tudo mudou quando eu estava na sala de embarque, já na fila para entrar no avião quando o pessoal da adidas me ligou e conversou comigo. Foi aí que tudo começou a mudar. Consegui acesso a todos os treinamentos e qualquer tipo de evento da NBA nessa semana. Foi demais. O dia que fiz cobertura máxima, já está retratada no blog (leia com atenção aqui). Mas após mais de 180 dias de espera, chegava o tão sonhado 11 de outubro. Para ajudar, o tempo no Rio estava maravilhoso. Acordei meio tarde (lá perto do meio dia) e parti para Ipanema (quase no Leblon) dar uma visitada no NBA Fan Zone. Calor de 40ºC e um gaúcho de calça jeans perguntando para o pessoal: "Moça, o Leblon é pra lá?". Com tantas informações na mão, cheguei ao evento da liga.

Foto de Marcelo Regua
Eu sabia que teria acesso a área vip, mas não sabia como chegar lá. Tirei algumas fotos e fiquei no meio da galera, mas só de olho na área vip. Novamente estava lá eu perguntando para o pessoal. Chegando lá, meu nome estava na lista (obrigado, senhor) e adentrei ao espaço restrito. Morto de sede, logo perguntei ao garçom: "Moço, você me traz uma água ou refrigerante?". Ele trouxe e, eu, ingênuo, já estava puxando a carteira para fora para pegar o dinheiro. O garçom respondeu: "Não precisa pagar". Quase chorei emocionado. Com uma linda estrutura oferecida pela NBA Brasil, o pessoal de imprensa tinha alguns minis sanduíches e bebidas para fazer a cobertura do 3X, um espaço ao lado da quadra principal. A competição rolando, o telão gigante, a mini arena lotada e uma linda vista da praia deixavam tudo espetacular. Mas o melhor ainda estava por vir...

Foto de Marcelo Regua
Me encontrei com a Ruth, responsável pela cobertura da adidas basquete, e fomos de táxi a Barra. Saímos tarde, por volta das 16h30. A expectativa era chegar até às 17h30, mas claro, o trânsito não ajudou. O tempo foi passando e nada da gente chegar na HSBC Arena. Ao nosso lado, o pessoal com camisas do Miami Heat e do Cleveland Cavaliers já coloriam a Barra. Até que eram 17h45 e ainda estávamos no táxi. Em cima da hora, chegamos! Por algum problema de comunicação, não conseguimos adentrar em uma área de Wi-Fi no ginásio e tivemos que subir lá em cima, no setor roxo. Não tem problema. Com um notebook no colo, consegui fazer a cobertura tanto para o Paixão NBA quanto para a adidas. Pela primeira vez na vida eu estava assistindo um jogo da maior liga de basquete do mundo dentro da arena. O clima, ver a paixão da galera pela liga, os gritos de defesa, todos com camisas do Heat, dos Cavs, dos Lakers, do Wizards, dos Kings, do Magic, dos Spurs... era a NBA no Brasil!

Foto de Alexandre Loureiro
Na volta para casa, pensei tudo o que tinha acontecido nesses últimos dias. Estava sem ingresso, sem credencial, sem nada. Era vir para o Rio de Janeiro e curtir a cidade e só. Tudo o que aconteceu foi melhor do que o esperado. Foi aquela coisa que simplesmente aconteceu na tua frente e você aproveitou. Vou guardar essa semana na minha memória. Acompanhar os jogadores nos treinos, cobrir eventos da NBA de perto e ainda ter o prazer de assistir um jogo da liga... demais! Não cabem adjetivos nesse post para eu descrever toda a organização dos eventos. Não vai sair da minha memória. É por isso que eu sou fã da NBA com muito orgulho.

3 comentários :

Show irmão!!! ...Eventos que aconteceram neste FNDS e tipico de Amante do Basquete .rs Pena não te encontrei para trocar uma ideia .kkkk Paz (WGDERUA)

Legal demais tudo q aconteceu contigo hein Matheus !! Parabens cara. Tb estive na Arena no jogo e foi incrivel vivenciar todo o evento. Inesquecivel. Abs.

Postar um comentário

Manda a sua mensagem, solta o verbo, fã da NBA!