Acompanhe aqui:

8 de outubro de 2014

Andrew Wiggins causa boa impressão em sua estreia com os Wolves


Pivô de uma das maiores novelas dessa offseason, o novato Andrew Wiggins, primeira escolha do Draft de 2014, fez a sua estreia com a camisa do Minnesota Timberwolves na noite dessa terça-feira. Apesar da derrota para o Indiana Pacers por 103x90, o jovem mostrou o que se espera dele e deu indícios que pode arrebentar logo no seu ano de rookie. Mas vamos com calma. É só preseason.

Atuando por 32 minutos, Wiggins foi o cestinha do duelo com 18 pontos (convertendo 4 dos 11 arremessos tentados). Ao todo, foram 4 rebotes, 3 assistências e 3 tocos. O jogo estava equilibrado, mas com 36-20 no 3Q, os Pacers abriram vantagem e triunfaram (mostrando que sabem ganhar mesmo sem Paul George).

Como todos sabem (e é bom repetir), jogo de pré-temporada não deve ter uma análise tão profunda. Os caras estão lá só por estar. Entrosar a equipe, conhecer as caras novas, dar ritmo pro fulano ou pro ciclano e por aí vai... só que se percebe que Wiggins terá uma personalidade diferente nesse elenco dos Wolves. Diferente do que ele teria nos Cavs, por exemplo. Ele sabe que em uma franquia cheia de jovens, sedenta por playoffs, ele precisa tomar conta das ações. Em Cleveland ele seria uma peça à mais.

Seguiremos acompanhando de perto seus primeiros movimentos em Minneapolis, mas é legal ver essa atitude dele. É um jogador que vai pegar a bola e em muitas vezes vai tentar decidir. No seu 'debut', bateu 10 lances livres (converteu 8). Ele vai pra cima mesmo. É cedo, amigos, os Wolves não jogaram completos, Rubio teve só 18 minutos, o técnico está fazendo testes, porém olho no Wiggins.

0 comentários :

Postar um comentário

Manda a sua mensagem, solta o verbo, fã da NBA!