Acompanhe aqui:

9 de junho de 2014

O elemento surpresa 2014


Está tudo empatado nas finais da NBA! Após o Spurs fazer um quarto período mágico no jogo 1 e vencer por quinze pontos de diferença, o Miami Heat soube se recuperar e venceu a segunda batalha por 98x96. O destaque foi para o ala LeBron James que anotou 35 pontos e 10 rebotes.

O que mais chama atenção é o fato de Rashard Lewis, aos 34 anos, banco na maioria das vezes (principalmente em seu primeiro ano de Heat), sendo peça fundamental na parte mais importante dos playoffs. O técnico Erik Spoelstra colocou o jogador na série final do leste, contra o Indiana Pacers, e não tirou mais. São cinco jogos seguidos entre o quinteto titular.

Contra o Spurs, em 2 jogos, o camisa 9 apresenta média de dois dígitos: 12 pontos (47,3% nos arremessos de quadra). Estamos falando de um atleta que está se aproximando dos 35 pontos e estava sendo descartado por muitos times. Sua carreira na NBA esteve perto do fim. O que Pat Riley fez? Buscou o jogador e abriu as portas do Miami Heat. 

Não apareceu tanto na primeira temporada (marcando 5 pontos na temporada regular e pouco usado nos playoffs). Mesmo assim colocou o anel no dedo. Em 2014, voltou a ter mais minutos e foi ganhando espaço. Hoje, titular, vai mostrando que pode ser útil no elenco.

E podemos caracterizar esse jogador como o "Novo Mike Miller" e o "Novo Shane Battier". É o elemento surpresa 2014. Os outros dois pouco estavam aparecendo, porém, nas finais, foram estupendos nas conquistas do Heat. Esse ano, pelo que parece, é a vez de Lewis.

Tem muita coisa para acontecer nessa série. O jogo 3 acontece nessa terça-feira, dia 10, às 22h. Lewis pode zerar, errar tudo, falhar na marcação, no entanto dá indícios que em algum momento pode ser o elemento surpresa. Bom para Miami.

0 comentários :

Postar um comentário

Manda a sua mensagem, solta o verbo, fã da NBA!