Acompanhe aqui:

29 de junho de 2014

Jason Kidd exige duas funções no Brooklyn Nets, mas equipe rejeita; Bucks se interessa pelo treinador


De acordo com uma fonte da liga, Jason Kidd estaria fazendo uma série de exigências no Brooklyn Nets, incluindo o papel de supervisionar as operações de basquete, além de seguir no comando técnico.  Kidd não quer a demissão do atual gerente geral, Billy King, porém quer um cargo acima dentro da hierarquia organizacional.

Os proprietários recusaram prontamente esse tipo de poder, o que é raro para qualquer treinador da NBA. Para os chefões da franquia, o atual comandante não estaria pronto para tal responsabilidade após um ano de experiência na função de treinador. No seu ano de novato como head coach, Kidd conduziu os Nets a uma campanha de 44 vitórias e 38 derrotas (sexto lugar na conferência leste).

Então chegou o Milwaukee Bucks e pediu aos Nets se poderia entrevistar Kidd para contratá-lo. Com a pior campanha da temporada passada, os Bucks veem Kidd como um ótimo nome para guiar Giannis Antetokounmpo e o recém selecionado, Jabari Parker. O time de New York liberou.

Hoje na NBA, apenas Gregg Popovich (San Antonio Spurs), Flip Saunders (Minnesota Timberwolves), Doc Rivers (Los Angeles Clippers) e Stan Van Gundy (Detroit Pistons) exercem a dupla função, de ser o treinador principal e de supervisionar as operações de basquete.

Agora vamos acompanhar o que Kidd fará de sua vida. Opta por seguir seu trabalho no Brooklyn e aceitar as condições de trabalho, ou muda os ares (Milwaukee já sinalizou o interesse). Até nessa questão a offseason será legal.

0 comentários :

Postar um comentário

Manda a sua mensagem, solta o verbo, fã da NBA!