Acompanhe aqui:

13 de junho de 2014

Bulls, Kevin Love, Wiggins, Carmelo... as rapidinhas da NBA


Quem conhece o trabalho do Paixão NBA, sabe que o blog sempre gosta de colocar em um post várias informações rápidas para deixar todo mundo informado sobre o que está acontecendo no mundo da NBA. Em tempos de NBA Finals, não sai muita coisa. A coisa se resume a mais rumores, porém vamos informando de uma forma rápida e clara.

Kevin Love não se anima com Cleveland

A saída de Kevin Love do Minnesota Timberwolves é quase certa. Querendo atuar em uma equipe vencedora para disputar o título (ele nunca atuou em partida de pós-temporada), Love quer respirar novos ares. New York Knicks, Los Angeles, Boston Celtics aparecem como possíveis destino do ala-pivô. Os Cavs também gostariam de contar com ele, porém, aparentemente o jogador não se interessou muito. Pelo fato de querer ir para uma equipe com chances de conquista, o time de Cleveland não o agrada.

Sixers quer Andrew Wiggins

Segundo informações da ESPN, o Philadelphia 76ers estuda todas as possibilidades de recrutar Andrew Wiggins. Com a terceira escolha do Draft, os executivos temem que Bucks ou Cavs selecionem o atleta primeiro. Visando isso, uma troca pode surgir no meio de tudo isso. Os Sixers planejam liberar 3 atletas para os Cavs em troca da 1ª escolha. O curioso é que as projeções apontam Wiggins no Sixers. Sites especializados colocam Embiid em Cleveland e Jabari Parker em Milwaukee. Wiggins ficaria disponível de forma natural. Vamos acompanhar.

Carmelo Anthony decide se vira agente livre ou não

Dez dias é o prazo que Carmelo Anthony tem para decidir se fica mais uma temporada com o New York Knicks ou se torna agente livre irrestrito. Um caminhão de franquias está interessada nos talentos do ala. Lembrando que ele pode optar por ficar livre no verão e, mesmo assim, fechar novo contrato com os Knicks. O problema será lidar com tantas propostas em sua mesa. O PN traz os melhores agentes livres do verão nesse post aqui.

Tim Duncan bate o recorde

Como noticiei (leia aqui), Tim Duncan estava perto de bater o recorde de Magic Johnson. E bateu. Agora o ala-pivô do San Antonio Spurs é o atleta com mais duplos-duplos na história dos playoffs. São 158 partidas anotando dois dígitos em dois fundamentos na fase de mata-mata. É o melhor PF de toda a história.

Na memória

No dia 13 de junho de 1993, ou seja, há 21 anos atrás, Chicago Bulls e Phoenix Suns protagonizavam um jogo PERFEITO para uma final. Após viajar até o Arizona e vencer as duas partidas, o Bulls tinha o primeiro jogo com o apoio de sua torcida. Com Charles Barkley anotando 24 pontos e 19 rebotes, o Suns se recuperou e venceu a partida. O detalhe: em 3 (TRÊS) prorrogações. Após empatarem em 103 nos 48 minutos, Bulls e Suns precisaram de 3 tempos-extras para decidir o vencedor. Michael Jordan anotou 44 pontos (chutou QUARENTA E TRÊS bolas).

Na memória 2

E em 13 de junho de 1997, o Chicago Bulls vencia o Utah Jazz por 90x86 e conquistava o seu quinto título. O rei Michael Jordan foi responsável por 39 pontos e 11 rebotes. Seu fiel companheiro, Scottie Pippen, anotou 23 pontos. Do lado do Jazz, a dupla Stockton (13 pts e 5 ast) e Karl Malone (21 pts e 7 rebs) não estiveram em boa noite e assistiram o Bulls fazer a festa. Os anos 90 tinha dono: Chicago Bulls.

Na memória 3

E pra finalizar essas rapidinhas de hoje, não podemos esquecer do título do Detroit Pistons. Em 13 de junho de 1989, os Bad Boys venciam o Los Angeles Lakers por 105x97 e conquistam o seu primeiro campeonato da NBA. O MVP das finais ficou com Joe Dumars.  

0 comentários :

Postar um comentário

Manda a sua mensagem, solta o verbo, fã da NBA!