Acompanhe aqui:

25 de abril de 2014

Após inúmeras tentativas e decepções, o Utah Jazz conquistava o oeste


Quando o nome Utah Jazz vem à cabeça todos já lembram dos duelos sensacionais e emocionantes contra o Chicago Bulls de Michael Jordan, Scottie Pippen e Phil Jackson. No entanto, pouca gente sabe que esta franquia sofreu para chegar as finais. O sofrimento encerrou em 1997, em Houston.

Desde que a dupla John Stockton e Karl Malone se formou, eles levaram o Utah Jazz 11 vezes até os playoffs e as 11 vezes acabava sem conquistar a conferência oeste. Nesse caminho, foram 3 derrotas em finais do oeste: Portland Trail Blazers, Houston Rockets e Seattle SuperSonics. Mas tudo isso mudou no dia 29 de maio de 1997.

A final de conferência colocava o Utah Jazz e Houston Rockets frente-a-frente. A série se encontrava em vantagem dos comandados do técnico Jerry Sloan em 3-2. Os fãs dos Rockets estavam apreensivos e ansiosos. Restavam 2,8 segundos para o fim e a partida se encontrava empatada: 100x100.

Eis que Karl Malone faz a reposição de bola e entrega para Stockton, que se aproveita dos bloqueios e fica livre para receber a bola e preparar o arremesso certeiro. Pela primeira vez em sua história, o Utah Jazz vencia o oeste e se credenciava as finais da NBA. 

O que vem acontecer mais tarde todo mundo sabe, porém nada apaga o brilho daquela equipe que encantava Salt Lake City e a todos. Naquela noite de 29 de maio, o Jazz acabava com o sonho de Clyde Drexler, Charles Barkley, Hakeem Olajuwon e uma legião de fãs em Houston. Histórico.

0 comentários :

Postar um comentário

Manda a sua mensagem, solta o verbo, fã da NBA!