Acompanhe aqui:

15 de março de 2014

A carreira de jogador de Phil Jackson


Um dos maiores treinadores da NBA está de volta! Phil Jackson, que conquistou títulos com Chicago Bulls e Los Angeles Lakers, deixa a aposentadoria de lado e  se torna executivo do New York Knicks. Aos 68 anos de idade e aposentado desde o dia 8 de maio de 2011, quando o Los Angeles Lakers foi varrido pelo Dallas Mavericks, Phil já chega tentando administrar o bom momento da franquia que está na briga pelo oitavo lugar na conferência leste.

O mais bacana de tudo isso é que Phil é totalmente identificado com os Knicks. Foi no Madison Square Garden, nos anos 60 e 70, que ele se lançou para a NBA. Ok, ele não era um grande jogador, mas tinha qualidade e atuou por mais de 10 anos.

Draftado na 17ª escolha, Jackson estreou na maior liga do mundo no dia 17 de outubro de 1967. Foram apenas cinco pontos na vitória sobre o San Francisco Warriors por 124x122. Nos seus primeiros anos na liga, sua média de minutos em quadra não passavam dos 20. Uma lesão o fez perder toda a temporada 1969-1970. Apesar de não jogar muito, sempre que esteve em quadra ele era eficiente. No PER 36 minutes, sua produção na carreira foi de 13,8 pontos e 8,8 rebotes.

O que mais vai ficar marcado em sua carreira foi a presença no ÚLTIMO título dos Knicks na NBA. Naquele de time de Walt Frazier, Willis Reed e Dave DeBusschere, os Knicks venceram por 4x1 o Los Angeles Lakers e conquistavam o segundo título da história da franquia. O camisa 18 apresentou bons números na pós-temporada: em quase 20 minutos em quadra, anotava médias de 8,7 pontos e 4,2 rebotes. Aos 33 anos de idade, em 1978-1979, é trocado e vai para no New Jersey Nets (troca envolvendo futuras escolhas de Draft). Na nova equipe, são apenas duas temporadas: média de 5,9 pontos e 2,7 rebotes. 

Sua última apresentação como jogador profissional na liga aconteceu no dia 30 de março de 1980. São quatro pontos na derrota dos Nets sobre o Washington Bullets por 93x87. Saiu de cena como o QUINTO jogador que mais atuou com a camisa dos Knicks: 732 partidas. Quem pensava que um jogador mediano poderia, anos depois, se tornar um dos maiores treinadores? Atletas como Michael Jordan, Scottie Pippen, Shaquille O'Neal e Kobe Bryant: todos receberam os melhores conselhos vindos de Phil. 

Agora, como dirigente dos Knicks, sua missão é arrumar a bagunça, melhorar o ambiente e colocar os Knicks nos playoffs. O que vier depois é lucro. A temporada foi tão conturbada que atuar na pós-temporada já será um grande feito. A próxima temporada já terá toda a participação de Jackson. O futuro dos Knicks está em boas mãos.

0 comentários :

Postar um comentário

Manda a sua mensagem, solta o verbo, fã da NBA!