Acompanhe aqui:

22 de fevereiro de 2014

Os números dos brasileiros na D-League


A D-League é a liga de desenvolvimento da NBA (aqui explicamos melhor) que os atletas usam para ganhar ritmo de jogo e mostrarem seus valores. A franquias da NBA ficam atentas, pois a qualquer momento pode precisar de um jogador. Jogadores como Reggie Jackson, do Oklahoma City Thunder, e Kendall Marshall, do Los Angeles Lakers, são exemplos de como a D-League tem a sua importância.

Nesse momento temos dois atletas brasileiros atuando por lá. São eles Fab Melo e Scott Machado, ambos estão se esforçando para ganhar um espacinho na liga principal. Mas está complicado. Tanto Scott como Melo não estão tendo bons jogos, o que diminui as chances de um time da NBA os chamarem.

O pivô Fab Melo, que teve passagens por Boston Celtics e Dallas Mavericks (ele pouco treinou e logo foi dispensado) atua no Texas Legends, equipe afiliada aos Mavs. Em 12 partidas, Melo tem média de 4,3 pontos e 3,7 assistências em 13,1 minutos. Na temporada, os Legends estão em quarto na divisão central com 15 vitórias e 20 derrotas (estariam fora dos playoffs).

Já Scott Machado tem números melhores, porém nada que impressione. O armador tem média de 8,6 pontos, 3,1 rebotes e 3,4 assistências. A equipe de Scott é o Santa Cruz Warriors, afiliado ao Golden State Warriors. Sua melhor atuação aconteceu no dia 24 de janeiro quando anotou 18 pontos e 4 assistências. Os Warriors tem campanha de 18 vitórias e 12 derrotas (3º na divisão oeste).

Eles vão seguir atuando na liga de desenvolvimento, só esperando uma ligação da NBA. Os números não impressionam, no entanto os executivos estão de olho. E vale ressaltar que não existe só a NBA como opção. Grandes ligas da Europa também estão de olho na D-League. 

0 comentários :

Postar um comentário

Manda a sua mensagem, solta o verbo, fã da NBA!