Acompanhe aqui:

19 de fevereiro de 2014

Agora vai, Anthony Bennett?


Será que Anthony Bennett está achando o seu melhor basquete? Pois nos últimos jogos ele vem mostrando uma evolução que pode dar um pingo de esperança aos torcedores do Cleveland Cavaliers. Primeira escolha no Draft e reserva (atua só 12 minutos por jogo), tudo levava a crer que o atleta seria mandado para a D-League para pegar ritmo de jogo. Do jeito que estava não dava mais.

No entanto, os Cavs seguiram com Bennett no elenco e aumentou seus minutos. E não é que ele mostrou que pode ser útil em uma equipe cheia de problemas e sedenta por playoffs? Seus últimos jogos e o mês de fevereiro são a prova.

Nos seus últimos 10 jogos, os minutos em quadra aumentaram para 20,7 e sua produção no ataque e defesa tiveram um aumento considerável. Isso não significa muita coisa, porém aumenta a confiança do jogador. Com confiança e mais solto, talvez ele possa atingir o seu melhor e ajudar os Cavs nessa luta por pós-temporada.

Após não passar da média de 3 pontos nos primeiros meses, Bennett está anotando 8,5 pontos e 5,5 rebotes por partida no mês de fevereiro. Seu aproveitamento nos arremessos de quadra deu um salto: 47,1%. Para se ter uma noção, em janeiro o rapaz tinha o aproveitamento de horrendos 24,4%. Os chutes de três, que foram um baita problema no início, começaram a cair. Até esse mês, o que ele melhor tinha conseguido era 28,6% de janeiro. Em feveiro a média subiu para 41,7%. 

Há uma evolução no jogo do camisa 15, pequena, mas há. Com o All-Star Game sendo tão bom para os atletas dos Cavaliers, veremos se todo o elenco aproveita o momento e dá um salto de qualidade. A franquia segue na briga na conferência leste.

1 comentários :

Que decepção para os Cavs...! Mas ainda torço por este menino. Só o tempo dirá.

Postar um comentário

Manda a sua mensagem, solta o verbo, fã da NBA!