Acompanhe aqui:

12 de janeiro de 2014

O acidente que vitimou Bobby Phills


Hoje completam 14 anos do acidente que tirou a vida de Bobby Ray Phills II. Ala-armador, Phills nasceu na Louisiana e atuou por quatro anos na Southern University and A&M College (somente ele e mais cinco jogadores da NBA atuaram na universidade). Seus números no último ano, quando tinha 21 anos, impressionaram. Bobby anotava 28,4 pontos e apanhava 4,7 rebotes em 35 minutos.

No Draft de 1991 (nada badalado), é selecionado pelo Milwaukee Bucks na 45ª escolha. Sem espaço na franquia de Wisconsin, Bobby é dispensado em dezembro de 1991 e acaba nem estreando na NBA. Meses depois, em março, assina com o Cleveland Cavaliers. Sua passagem dura 6 temporadas, com média de 10,5 pontos e 3,0 rebotes por jogo. Seu melhor ano em Ohio foi na temporada 1995-1996, quando anotou 14,6 pontos por jogo e se tornou titular.

Em agosto de 1997, então agente livre, assina com o Charlotte Hornets por cinco anos. Bobby teve um bom início na Carolina do Norte. Jogava cerca de 30 minutos por partida e suas médias contribuam para o time. No dia 12 de janeiro de 2000, Phills morre em um acidente de carro.

Ele viajava com seu Porsche atrás do companheiro de equipe, David Wesley, numa velocidade de 120 km/h. A polícia local afirmou que Phills estava participando de uma espécie de corrida com o companheiro de equipe. Em certo momento, o jogador acabou perdendo o controle da direção e colidiu com outro dois carros. Todos os envolvidos conseguiram sair sem muitas lesões, mas Phills foi declarado morto no local. O atleta deixou esposa e três filhos. O companheiro de equipe, Wesley, não esteve envolvido no acidente.

No dia 9 de fevereiro, o Charlotte Hornets aposentou a camisa 13 usada por Bobby. Foi a primeira camisa aposentada em toda a história da franquia.

O jogador era conhecido por seus trabalhos voluntários em instituições de caridade. Em 1998, ele foi um dos quatro finalistas do prêmio esportista da NBA. No mesmo ano, começou a sua fundação de educação que levava o seu nome.

Na época, o comissário David Stern comentou que Phills era um membro de carinho da comunidade, e completou dizendo que ele representava o melhor da NBA. Que descanse em paz!

0 comentários :

Postar um comentário

Manda a sua mensagem, solta o verbo, fã da NBA!