Acompanhe aqui:

4 de janeiro de 2014

A solução do Los Angeles Lakers estava na liga de desenvolvimento?


A solução do Los Angeles Lakers estava na D-League, a liga de desenvolvimento? Ainda é cedo para dizer algo, porém a torcida que foi ao Staples Center foi ao delírio com a bela atuação da equipe, em especial do armador Kendall Marshall.

Após a lesão de Steve Nash, Steve Blake e Jordan Farmar, o Lakers ficou sem armador de ofício em seu elenco. Quando retornou, Kobe Bryant até quebrou o galho na função, mas a nova lesão o afastou das quadras novamente. O que a equipe fez? Foi até a D-League e recrutou Kendall Marshall, que atuava no Delaware.

As médias de Marshall na liga de desenvolvimento eram de 19.4 pontos e 9.6 assistências. Sua primeira passagem na NBA não foi nada boa: reserva em um Phoenix Suns que terminou a temporada com 25 vitórias e 57 derrotas. Quem conseguiria produzir em seu primeiro ano naquela equipe? Ele foi dispensado e foi parar na D-League.

No time de Mike D'Antoni, ele foi introduzido aos poucos. Não produziu muita coisa em seus primeiros 4 jogos (média de 13,5 minutos). Na quinta-feira a franquia, através de seu twitter, divulgou que o técnico Mike D'Antoni o escalaria entre os titulares.

Com 41 minutos e atuando no Staples Center, Marshall teve um atuação brilhante e conduziu o time à vitória sobre o Utah Jazz. O armador anotou 20 pontos (66% de aproveitamento nos chutes), distribuiu 15 assistências, apanhou 4 rebotes e cometeu apenas 1 turnover. O jogador de 22 anos é o primeiro jogador dos Lakers a atingir pelo menos 15 pontos e 15 assistências desde Gary Payton em 2004.

O seu estilo de jogo parece que foi feito especialmente para os Lakers. Sua visão lhe proporciona passes abertos, abrindo totalmente o jogo e facilitando os chutadores de longa distância da equipe. Seus passes quebram a defesa adversária.

Os quase 19 mil torcedores presentes saíram do ginásio com um pingo de esperança que a temporada não está perdida. Com a camisa 12 nas costas, Marshall já está fazendo alguns torcedores reaproveitarem a camisa que era de Dwight Howard. Muita gente acabou comprando a camisa do pivô que pouco produziu na Califórnia. O nome Howard já está sendo substituido por Marshall.

0 comentários :

Postar um comentário

Manda a sua mensagem, solta o verbo, fã da NBA!