Acompanhe aqui:

22 de novembro de 2013

Primeira escolha do Draft, Anthony Bennett pode parar na liga de desenvolvimento


Foi uma surpresa total quando David Stern, brincando com as vaias dos torcedores em New York, anunciou Anthony Bennett como primeira escolha geral do Draft de 2013. Naquele momento, o Cleveland Cavaliers matava todos os sites de projeção que apontavam Nerlens Noel e Ben McLemore como primeiras escolhas.

A temporada iniciou, Bennett já disputou 10 jogos e não consegue produzir nada, absolutamente nada. Seu aproveitamento nos arremessos (ele chuta média de 12 bolas por jogo) dói em qualquer torcedor dos Cavs: 13%. O técnico Mike Brown o coloca uma média de 11 minutos por jogo, onde ele mal consegue produzir jogadas ofensivas e mostrar postura defensiva. 

A escolha do jogador aconteceu minutos antes do anuncio de Stern, mostrando toda a indecisão da franquia, que resolveu arriscar e ver no que daria. Não deu certo. Após selecionar LeBron James e Kyrie Irving, os Cavs não conseguem o mesmo sucesso com o canadense. A produção é tão pequena que o técnico está conversando com os dirigentes da franquia sobre colocar o atleta na D-League, a liga de desenvolvimento. O pensamento é, talvez, dar ritmo de jogo e confiança. Ainda não é certo, mas seria engraçado. 

0 comentários :

Postar um comentário

Manda a sua mensagem, solta o verbo, fã da NBA!