Acompanhe aqui:

5 de outubro de 2013

Caminho mais difícil


Geovane Lemos (Representante OKC)

 O Oklahoma City Thunder já configura entre os favoritos do Oeste a várias temporadas consecutivas, este ano porém, fatores importantes podem dificultar a caminhada de Durant e companhia ao posto de número um do Oeste e enfim ao título. 

Fator inicial: Russel Westbrook. Muitas vezes questionado pelo seu elevado número de turnovers, West demonstrou uma melhora no último ano neste quesito, e sua contusão na rodada inicial dos playoffs contra os Rockets deixaram bem claro o quanto o time sente a sua falta. Ele poderá perder 4-6 semanas inicias da temporada (cerca de 21 jogos de fora), deixando a cargo de Reggie Jackson a responsabilidade de substitui-lo novamente. 

Outro fator importante é a “ausência” de um sexto homem. Com a saída do Kevin Martin para o T-Wolves, o Thunder não tem um jogador com força ofensiva no banco para mudar o jogo. A confiança da torcida está depositada em Jeremy Lamb, que tem um grande potencial mas que ainda não foi muito usada pelo Coach Scott Brooks.

A mudança no jogo do Kevin Durant foi nítida na última temporada, ele deixou de ser apenas definidor de jogadas para ser mais all-around (mais participativo), fato que o levou a ter os maiores índices de assistências e roubos da carreira, além de igualar a média de rebotes. Pro Thunder será importante esse Durant no momento da ausência do Westbrook. Sefolosha, Ibaka, Collison, Perkins, Thabeet dão um ótimo suporte defensivo ao time, sendo que alguns deles também melhoraram ofensivamente e vão contribuir com  KD. 

Mesmo com os problemas iniciais, a franquia deve se classificar entre os 4 primeiros do Oeste sem maiores dificuldades, porém se quiserem buscar o anel esse ano, vamos ter que ver o Sam Presti (General Manager do time) fazer mágica fora da quadra assim como o Durant faz dentro dela.

0 comentários :

Postar um comentário

Manda a sua mensagem, solta o verbo, fã da NBA!