Acompanhe aqui:

13 de outubro de 2013

A temporada surreal de 1961-1962


Está na hora de viajar no tempo. Vou falar um pouco sobre a temporada 1961-1962, 52 anos anos atrás. Para mim e outras pessoas, uma temporada surreal. Muitos feitos sensacionais foram conquistados pelos atletas.

O campeão da temporada foi o Boston Celtics, que derrotou o Los Angeles Lakers por 4-3 na série final. Foi o quinto título da franquia e o quinto título do jovem Bill Russell. Mas os feitos daquela temporada que chamaram as atenções foram individuais.

Naquele ano, Wilt Chamberlain teve números sensacionais. O jogador do Philadelphia Warriors terminou com média de 50.4 pontos e 25.7 rebotes por jogo. Números extraordinários que nunca serão batidos por outro jogador na história dessa liga. O mais curioso: o MVP não foi para ele.

Com a melhor campanha da temporada regular, o prêmio de jogador mais valioso foi para Russell, que comandou o Celtics com 60 vitórias e 20 derrotas. O pivô anotou média de 18.9 pontos e 23.6 rebotes por jogo.

Outro feito bacana foi os números de Oscar Robertson, que estava jogando o seu segundo ano pelo Cincinnati Royals. Robertson atingiu algo que é único na NBA até hoje: ele atingiu triple-double em médias! Foram 30.8 pontos, 12.5 rebotes e 11.4 assistências por jogo. 

Terminou aí? Não. Para fechar com chave de ouro aquela temporada incrível, o calouro Walt Bellamy atingiu média de 31.6 pontos e 19.0 rebotes por partida. Ele atuava no Chicago Packers, que nunca foi grande coisa. Com esses números, mesmo atuando em equipes fracas, Bellamy foi introduzido ao Hall da Fame, em 1993.

Sem dúvidas, foi um ano extraordinário.

0 comentários :

Postar um comentário

Manda a sua mensagem, solta o verbo, fã da NBA!