Acompanhe aqui:

19 de outubro de 2013

A carreira de Joe Bryant, o pai de Kobe


Hoje, dia 19 de outubro, é o aniversário de Joseph Washington Bryant, ou melhor, Joe Bryant. Não sabe quem ele é? É o pai do cinco vezes campeão da liga, Kobe Bryant. Mas esse post é somente para dizer que hoje é aniversário do pai do Kobe? Que sem conteúdo esse blog! Calma, Joe também atuou na NBA e, apesar de não ter conquistado muita coisa, vamos falar um pouco sobre os seus momentos na maior liga de basquete do mundo.

Tudo começou quando Joe atuava pela universidade de LASALLE, de 1973 até 1975. Nas duas temporadas, Bryant anotou média de 20,2 pontos e 11,4 rebotes por partida. Seus belos números chamaram atenção das franquias da liga profissional. Joe foi selecionado pelo Golden State Warriors, na 14ª escolha do draft de 1975. Meses depois, ainda na offseason, é trocado e vai parar no Philadelphia 76ers.

Sua estreia na liga aconteceu no dia 27 de outubro de 1975, onde os Sixers venceram o Los Angeles Lakers por 117x104. Joe mal pode jogar, entrou no final e anotou somente 2 pontos. Seus números na Pennsylvania nunca impressionaram, e o ala-pivô sempre ficou entre 6 e 7 pontos de média.


Em 1979 é trocado e vai parar no San Diego Clippers. Na franquia da Califórnia, Joe começou a ver um progresso em seu jogo, os minutos cresceram e ele começou a ganhar uma pouco mais de notoriedade. Na temporada de estreia pelo time novo, o pai de Kobe já beirou os dois dígitos de média. Nos anos de 1980 até 1982, anotou 11,6 e 11,8 pontos por jogo.

Sem atuar nos playoffs em San Diego, a equipe resolve trocá-lo por futuras escolhas no Draft. Joe Bryant encerra sua passagem na NBA atuando pelo Houston Rockets. Pela franquia texana, foram 10 pontos e 3,4 rebotes por jogo.

Anos depois ele viu seu filho brilhar no Los Angeles Lakers e conquistar 5 títulos, além de marcas significativas. Joe não foi um grande jogador, mas hoje é seu aniversário e, creio eu, vale uma pequena homenagem.

1 comentários :

Interessante a primeira partida do pai do Kobe ser justamente contra os Lakers.

Postar um comentário

Manda a sua mensagem, solta o verbo, fã da NBA!