Acompanhe aqui:

20 de março de 2013

Revirando o baú


Sempre buscando informações da NBA, vou criar o "Revirando o baú", onde vou trazer números, curiosidades da história da NBA. E quando eu digo história, é desde Bill Russell, Wilt Chamberlain e cia,  além de trazer informações completas das franquias da liga. A ideia é levar o máximo de informação aos leitores do blog, fãs da NBA. Bom, vamos começar a revirar o baú...

Na temporada 2004/2005, o Denver Nuggets, no segundo ano de Carmelo Anthony, vinha fazendo uma má campanha: 17-25. Nesse ano, dois técnicos foram demitidos: Jeff Bzdelik e Michael Cooper. Aí chegou George Karl. Ele teve uma campanha de 32-8, deixou os Nuggets com 49-33 e levou a franquia aos playoffs. Os Nuggets foram eliminados na primeira rodada, porém esse ano deu para ver o bom trabalho de Karl. Desde que assumiu o comando técnico dos Nuggets, Karl tem uma campanha de 413-254 (61,9%)

No Miami Heat, Dwyane Wade e Udonis Haslem fazem uma disputa para ver quem é o jogador que mais atuou pela franquia da Flórida. Wade tem 659 jogos enquanto Haslem tem 658. São os dois atletas que mais vestiram a camisa da equipe desde que o Heat foi fundado em 1989.

A maior sequência de vitórias da história pertence ao Los Angeles de Lakers de 1971-1972. Aquele time venceu 33 jogos em sequência: começou no dia 5 de novembro de 1971 contra o Baltimore Bullets, e terminou no dia 09 de janeiro de 1972 contra o Milwaukee Bucks.

Na temporada 1995-1996, o Chicago Bulls terminou com a melhor campanha de todas na NBA: 72 vitórias e 10 derrotas. Michael Jordan não perdeu nenhum jogo, atuando nos 82 jogos que a equipe realizou. MJ teve uma média de 30,4 pontos por jogo, com 49,5% de aproveitamento nos arremessos de quadra.

Desde que virou Los Angeles Clippers, em 1984-1985, a franquia só se classificou para os playoffs em CINCO temporadas. São 23 temporadas assistindo os playoffs da televisão. Felizmente o elenco se reforçou e está indo para seu segundo ano consecutivo para a pós-temporada.

Com LeBron James no elenco, o Cleveland Cavaliers teve uma campanha de 349-225 (60,8% de aproveitamento). Já sem o maior jogador que já passou pela equipe, os Cavs tem uma campanha de 62-154 (28,7% de aproveitamento). Será que faz falta?

Em toda a história da NBA, o San Antonio Spurs ficou de fora dos playoffs apenas QUATRO vezes. O time do Texas está indo para sua 16ª aparição seguida na pós temporada. Muito disso vem do brilhante trabalho de Gregg Popovich. Desde que assumiu os Spurs em 1996-1997, Popovich tem uma campanha de 899-415 (68,4%). GENIAL.

Chris Bosh deve ter deixado muita saudade em Toronto. A franquia canadense tem Bosh líder em várias estatística na história da organização. Bosh é líder em minutos, arremessos de quadra convertidos, lances livres convertidos, lances livres batidos, rebotes ofensivos, rebotes defensivos, rebotes, bloqueios, turnovers e pontos.

Conhecido por seus times ofensivos e nada defensivos, Mike D'Antoni já treinou quatro equipes: Denver Nuggets, Phoenix Suns, New York Knicks e Los Angeles Lakers. Em 15 anos como treinador, D'Antoni venceu 419 partidas e perdeu 367 (aproveitamento de 53,3%). Se usasse um pouco mais a defesa, poderia ter um aproveitamento melhor.

Você sabia que na melhor média de pontos de sua carreira (2001/2002), Paul Pierce atuou como Shooting Guard (sua posição original é Small Foward)? Ele atuou nessa posição em quatro temporadas de sua carreira. A última vez foi em 2006/2007.

Espero que vocês tenham gostado dessas informações, creio que aprenderam mais um pouco desse mundo fantástico da NBA. Vou tentar sempre dar essa revirada no baú, trazendo mais informações e números sobre jogadores, técnicos e times da maior liga da basquete do mundo.

0 comentários :

Postar um comentário

Manda a sua mensagem, solta o verbo, fã da NBA!