Acompanhe aqui:

28 de março de 2013

Bulls e Heat, Spurs e Nuggets, Lakers, Jeff Green, Magic Johnson, Jordan... as rapidinhas da NBA



É o fim da sequência do Miami Heat

O Chicago Bulls é o responsável por acabar com a sequência positiva de 27 vitórias do Miami Heat. Comandados por Luol Deng, a equipe de Chicago se junta à Milwaukee Bucks (1972) e Boston Celtics (2008) como equipes que acabaram com as maiores sequências positivas na história da NBA. A festa no United Center completamente lotado (mais de 23 mil espectadores) foi enorme, afinal era o desejo de qualquer franquia encerrar uma sequência longa. A última derrota do Heat havia acontecido dia 01 de fevereiro. Enfim, acabou.

Jogo de playoff

Apesar de estar com as atenções voltadas para o duelo em Chicago, era impossível não dar uma espiada em San Antonio Spurs e Denver Nuggets. Com um equilíbrio desde o primeiro minuto, as duas equipes pareciam já estar no clima dos playoffs e fizeram um jogo sensacional. A vitória ficou com os texanos (100-99), mas os Nuggets tiveram a oportunidade de vencer o jogo no último segundo. É o clima dos playoffs chegando...

Última vaga no oeste concorrida

Chegamos em um momento na temporada que já conseguimos projetar quem estará nos playoffs. Arisco dizer que já temos 15 vagas preenchidas, restando apenas uma vaga em aberto. Nela, brigam Los Angeles Lakers, Utah Jazz e Dallas Mavericks. Um erro agora pode ser fatal. Ontem os Lakers e o Jazz venceram, deixando a briga cada vez mais acirrada. Os Mavs não jogaram, mas sabem que não podem perder essas duas equipes de vista e precisam vencer seu próximo jogo. Uma vaga para três equipes. É, vai ser legal...

Lendas marcam presença

Na vitória do Sacramento Kings sobre o Golden State Warriors, entre os quase 20 mil espectadores que foram ao ginásio, havia dois que merecem todo o destaque: Jerry West e Bill Russell. Já pensou a cara dos torcedores que sentaram ao lado dessas lendas?

Garantido nos playoffs

Ao derrotar o Toronto Raptors no Canadá, o Atlanta Hawks foi a sexta equipe da conferência leste a confirmar presença na pós-temporada. Al Horford teve ótima atuação, marcando 26 pontos e pegando 12 rebotes. Além de ser a 6ª equipe a confirmar presença nos playoffs, é a 11ª equipe na temporada. Restam 5 vagas.

Jeff Green dá a vitória ao Boston Celtics

Atrás no placar o tempo inteiro, o Boston Celtics conseguiu uma virada no estouro do cronômetro. Paul Pierce? Não. Jeff Green. Com uma bela infiltração, Green conseguiu a cesta e a vitória do Celtics por 93-92. É o fim da sequência negativa de 5 derrotas seguidas. A equipe respira mais tranquila na sétima posição do leste.

Registro

O Charlotte Bobcats venceu! Gosto de dizer que quando a franquia que tem Michael Jordan como dono vence, eu sempre dou destaque. E está aí: vitória sobre o Orlando Magic por 114-108. Não era um grande jogo para acompanhar, mas...

26 rebotes

Reggie Evans, ala-pivô do Brooklyn Nets, apanhou 26 rebotes na vitória de sua equipe contra o Portland Trail Blazers. Além dos 26 rebotes, anotou excelentes 22 pontos. Ele igualou seu recorde em pontos e bateu recorde no total de rebotes na carreira. Noite que Evans não se esquecerá tão cedo.

Túnel do tempo

Há exatos 32 anos atrás, no dia 28 de março de 1981, Los Angeles Lakers e Utah Jazz protagonizaram um grande jogo. Apesar de estar fazendo uma campanha negativa, o Jazz dificultou as coisas e acabou vencendo por 112-110 na prorrogação. Apesar dos 41 pontos de Magic Johnson, e os 21 de Abdul-Jabbar, o Jazz, de Adrian Dantley (30 pontos) acabou vencendo. Na ocasião, foi a 27ª derrota dos Lakers, que tinha 54 vitórias. Já o Jazz conquistou sua 27ª vitória (53 derrotas). Como é bom viajar no tempo...

Eu já ia me esquecendo. No dia 28 de março de 1990, Michael Jordan anotava 69 pontos (maior marca da carreira) diante do Cleveland Cavaliers. A partida foi decidida na prorrogação e os Bulls venceram por 117-113. Além dos 69 pontos, Jordan apanhava 18 rebotes. Um gênio!

1 comentários :

Postar um comentário

Manda a sua mensagem, solta o verbo, fã da NBA!