Acompanhe aqui:

24 de fevereiro de 2013

LeBron James dando passos largos para vencer mais um MVP e para fazer história


E se dissessem que aos 28 anos você estaria vivendo um sonho? E se dissessem que aos 28 anos você estaria na NBA? E se dissessem que aos 28 anos você seria o melhor no que você faz? E se dissessem que você aos 28 anos seria MVP pela quarta vez? Esse é LeBron James, e ninguém mais. Aos 28 anos, LeBron caminha a passos largos para se tornar pela quarta vez o jogador mais valioso da liga, um feito raro atingido apenas por quatro pessoas, e que pessoas.

Bill Russell, junto com seus 11 títulos (em 13 temporadas!) pelo Boston Celtics, foi eleito MVP por cinco vezes. Foi eleito MVP logo em sua segunda temporada, em 1958, aos 24 anos teve médias de 16 pontos e 22 rebotes, apenas. Bob Pettit e Wilt Chamberlain venceram o prêmio nos dois anos posteriores, mas Bill Russell venceria o prêmio por três anos seguidos, chegando ao quarto prêmio de MVP aos 29 anos em 1963. Bill ainda venceu mais um em 1965.

O segundo jogador com a honra de chegar ao quarto prêmio, é Wilt Chamberlain, o lendário jogador dos 100 pontos na mesma partida. Wilt venceu em 1960 pelo Philadelphia Warriors e só voltaria a ver o prêmio seis anos depois, em 1966, na mesma cidade mas com outra camisa, o Philadelphia 76ers. O homem de 2 metros e 16 de altura fechou o tri-MVP em 67 e 68, terminando sua carreira com quatro prêmios, o último aos 32 anos.

O maior vencedor de MVP’s da história é Kareem Abdul-Jabbar, com seis, e essa história começou em 1971, ainda com o nome de Lew Alcindor e jogando pelo Milwaukee Bucks, e terminou em 1980, já como Kareem Abdul-Jabbar, e jogando pelo Los Angeles Lakers. Entre esses dois prêmios, o maior cestinha da história da liga venceu em 1972, 1974, 1976 e 1977, o seu quarto no geral, o de 1976, foi conquistado aos 29 anos. Depois de 16 anos, mais um jogador chegou ao quarto MVP e não podia ser ninguém mais que Michael Jordan, o Deus do basquete. Vindo de North Carolina, Mike entrou na NBA em 1984, mas foi apenas em 1988 que veio o seu primeiro MVP, mas ainda sem o título da NBA. Pippen veio, os anos passaram, a rivalidade com os bad-boys de Detroit chegou e Michael começou a se consolidar como uma lenda do basquete sendo eleito o melhor jogador da liga por dois anos consecutivos, 91 e 92. Após o tricampeonato, a aposentadoria, a morte de seu pai, sua aventura nas ligas menores do baseball local e toda a turbulência da agitada vida de Michael, o jogador voltou a vencer a NBA por três vezes, e o MVP por duas. A quarta veio em 1996, aos 33 anos, e a quinta e última vez veio na temporada final como Bull, em 1998, um fim perfeito para o...não, não vou usar a expressão Pelé do Basquete...Jordan do basquete!

LeBron James, Darko Milicic, Carmelo Anthony, Dwyane Wade e Chris Bosh foram as cinco primeiras escolhas do draft de 2003, destes cinco, quatro iniciaram como titulares do leste no último all-star game, três venceram a NBA, mas apenas um foi MVP, LeBron. Um talento diferenciado que liderou o razoável Cleveland Cavaliers para as finais da NBA em 2007, e dois anos depois foi eleito MVP pela primeira vez aos 24 anos, e pela segunda aos 25. Após duas grandes temporadas pelo time de Ohio, King James partiu para a bela Flórida para jogar com seus amigos Dwyane Wade e Chris Bosh, mas apesar de chegar na final da NBA, para ser batido pelo Mavericks de Dirk Nowitzki, LeBron sofreu muitas críticas e virou uma piada após inúmeros jogos sumindo no último quarto. Tudo mudou para a temporada 2011-2012, quando LeBron apareceu diferente e conseguiu o seu sonhado caneco e calou todos os críticos que o chamavam de “choker”. Foi também o ano de seu terceiro prêmio de MVP. Em 2013, LeBron vem em “BEAST MODE” e dificilmente não vencerá o prêmio, o quarto, se tornando o jogador mais novo a chegar ao quarto MVP, mais um recorde para um cara acostumado ao sucesso.

As perguntas continuarão, será LeBron melhor que Kobe? Será LeBron melhor que Jordan? Será LeBron capaz de ultrapassar Kareem Abdul Jabbar em pontos e em prêmios de MVP? Eu não sei, e não ligo de não saber, acho injusto esse tipo de comparação e cada jogador e time deixa seu próprio legado, mas a verdade é que LeBron já está na história deste esporte que nós tantos amamos e temos que aproveitar e curtir tudo o que LeBron faz noite após noite na NBA e que as vezes deixamos passar, por birra ou apenas por nostalgia de tempos que já passaram. Aplaudam o passado, mas curtam o presente.

Sérgio Junior

1 comentários :

Lebron james mais que mereçe o mvp 2013 estou torcendo pelo 4* MVP' e muitos q viram ... Um grande abraço aos fans da NBA.Let's Goo Heat...

Postar um comentário

Manda a sua mensagem, solta o verbo, fã da NBA!