Acompanhe aqui:

12 de fevereiro de 2013

Abre aspas para Anderson Varejão

"Se eles me trocarem, eles me trocam. Estou feliz aqui. Eu não quero ser negociado"

Essas são as palavras do pivô brasileiro Anderson Varejão. Antes da lesão que o tirou da temporada, ele liderava a liga com média de 14 rebotes por jogo, além de ter uma boa média de pontos: 14. Seu nome estava especulado em diversos negócios, e havia grande chance dele sair dos Cavs. Será que esse quadro muda com a lesão? Seu desejo é ficar. Se os dirigentes de Cleveland tiverem amor, eles não trocam Varejão.

0 comentários :

Postar um comentário

Manda a sua mensagem, solta o verbo, fã da NBA!