Acompanhe aqui:

30 de janeiro de 2013

Um novo Los Angeles Lakers


Há esperança. Depois de quase jogar a toalha, o Los Angeles Lakers se encontra, embala três vitórias seguidas e volta a sonhar com uma vaga na pós-temporada. O melhor de tudo isso é que o time encontrou uma forma de jogar.

Kobe não é mais fominha, largou a pontuação super alta. Sua tarefa agora é auxiliar seus companheiros. Ora, ele é um dos melhores da história, tem 34 anos, por quê não ajuda seus companheiros? Ele tem ao seu lado Pau Gasol, Steve Nash e Dwight Howard. Qualquer time gostaria de contar com esses atletas.

Nos últimos três jogos, Kobe deu incríveis 39 assistências. Antes dessas partidas, sua média não passava de 5 passes para cesta. Com esse comportamento, o time vem jogando bonito, sem aquela equipe forçando a barra de antes.

Os próximos jogos ainda são relativamente tranquilos, tem Phoenix Suns e Minnesota Timberwolves pela frente. Conseguindo mais essas duas vitórias, o Lakers volta de vez para a briga com times como Portland, Houston e Utah.

E que fique de lição para o senhor Kobe Bryant: não precisa forçar 40 pontos, chutando mais de 30 bolas por noite. Isso deu errado. Quando ele pontuou pouco e se preocupou em dar assistência ao time, o Lakers jogou demais, ou melhor, jogou como Lakers!

Ah, só para comprovar: média de pontos de Kobe nos últimos três jogos: 16.3. Já em assistências ele tem média de 13 assistências. É outro Kobe, é outro Lakers. É assim que queremos ver.

0 comentários :

Postar um comentário

Manda a sua mensagem, solta o verbo, fã da NBA!