Acompanhe aqui:

14 de janeiro de 2013

Segunda Inútil: regras antigas do basquete


Sérgio Júnior

Hoje é segunda, um dia super chato. Para ficar mais chato ainda, um post mais light para começar a semana. Aí vai 11 das 13 regras originais do basquete que não são mais relevantes

1. “A bola pode ser batida em qualquer direção com uma ou ambas as mãos, mas nunca com o punho.”

2. “Um jogador não pode correr com a bola. O jogador deve jogá-la do lugar de onde ele a pegou, tolerando passe para jogadores em uma boa velocidade.”

3. “A posse da bola deve ser com a mão. Braços ou outras partes do corpo não podem ser usadas para segurar a bola.”

4. Não vale dar ombrada, segurar, empurrar, bater ou atrapalhar em qualquer maneira o oponete. A primeira infração disso será contado como falta; a segunda deve desqualifica-lo até um ponto ser feito ou se foi com intenção clara de lesionar a peso, ficará de fora pelo jogo todo. Substituições não serão permitidas.

5. Bater na bola com o punho consiste em falta.

6. Se qualquer um dos lados fizer três faltas consecutivas, será contado ponto para o adversário.

7. Um ponto deve ser feito quando a bola é arremessada do chão até a cesta e permanece lá, provendo que os defensores não toquem na bola. Se a bola ficar na beirada, e o oponente mexer a cesta, deverá ser contado como ponto.

8. Quando a bola sair de quadra, deve ser jogada ao campo e ser jogada pela primeira pessoa que tocá-la. Em caso de disputa, o árbitro deve jogar a bola direto para a quadra. O arremesso deve ser feito em cinco segundos. Se demorar mais, a bola vai para o oponente. Se os lados persistirem em atrasar o jogo, o árbitro deve marcar falta para os dois lados.

9. O árbitro julga os homens e deve notar as faltas e quando três foram feitas de forma consecutiva. Ele tem o poder de desqualificar jogadores.

10. “O juiz julga a bola e decide quando a bola está em jogo, fora de jogo, para qual lado pertence e deve controlar o tempo.”

11. Devem ser dois tempos de 15 minutos e 5 minutos de intervalo entre eles.

0 comentários :

Postar um comentário

Manda a sua mensagem, solta o verbo, fã da NBA!