Acompanhe aqui:

7 de dezembro de 2012

Chuta de três que cai


No duelo dos líderes do leste, o New York Knicks, com mais uma atuação fantástica, acabou com a invencibilidade do Miami Heat em casa e aplicou 112-92. Sem dó e sem piedade. O que deixa a vitória mais especial é que ela aconteceu mesmo com a ausência do seu principal jogador, Carmelo Anthony.

Como aconteceu na primeira partida das duas equipes, as bolas de três foram fundamentais. Hoje caíram 18 bolas em 44 chutes, aproveitamento de 41%. Além disso, New York conta um armador comendo a bola. Raymond Felton jogou um basquete de alto nível.

Miami parece ainda curtir o título da temporada passada. Tudo bem que está com uma campanha bem positiva, porém muitas vitórias aconteceram com cestas no final, e muitos desses jogos contra equipes fracas. Dwyane Wade está irreconhecível. Bosh, elogiado pela minha pessoa, não se encontrou em quadra. Os dois, combinados, tiveram FG de 6-25.

LeBron jogou sozinho e beirou outro triple-double. Não sei se ele tirou o pé, mas foi inteligente não marcar o TD. Terça-feira ele chegou ao TD contra o Wizards, mas viu o Heat perder. Ora, dois triple-double seguidos e duas derrotas? Ele não quer ficar marcado como atleta que chega a números expressivos e seu time perde.

New York curte seu momento. Só que o time sabe que depender das bolas de três é perigoso. É uma alegria quando cai, mas uma tristeza quando não cai. Hoje caiu. Vitória tranquila e importante. Vida que segue.

0 comentários :

Postar um comentário

Manda a sua mensagem, solta o verbo, fã da NBA!