Acompanhe aqui:

12 de dezembro de 2012

Anderson Varejão está no seu auge e deve sair de Cleveland


Não é estranho ver o nome de Anderson Varejão nos rumores de comércio. O jogador de 30 anos de idade ouviu seu nome em abundância em diferentes cenários comerciais ao longo dos anos. No entanto, nunca o Cavs considerou negociar seu pivô, pois o valorizam muito. Mesmo que as lesões limitaram o atleta a 25 jogos na última temporada e 31 jogos em 2010-11, os Cavaliers sabem que o brasileiro estando na sua melhor forma física pode lhes render um excelente negócio.

Agora, com 21 jogos na temporada, a paciência que Cleveland teve provavelmente vai valer a pena porque Varejão está jogando o melhor basquete de sua carreira e seu valor comercial está em alta, o mais alto desde que virou jogador da NBA.

Nesta temporada, Anderson vê suas médias se elevarem em todos os fundamentos, com 14,7 pontos, 14,9 rebotes, 3,3 assistências e 1,5 roubos de bola por jogo. Ele é o jogador dos Cavaliers mais consistente e, se mantiver esse nível de jogo, provavelmente vai ser selecionado para o time da conferência leste no All-Star Game.

Enquanto o brasileiro tem muitos fãs dentro da organização, fontes da liga acreditam que os Cavs vão trocá-lo no dia 21 de fevereiro, último dia para as transferências. O pensamento da franquia é que trocando Anderson, será possível adicionar mais uma ou duas peças para o seu núcleo jovem, que inclui Kyrie Irving, Dion Waiters, Tristan Thompson e Tyler Zeller.

Enquanto tem sido um excelente líder e mentor para o núcleo jovem de Cleveland, ele não está no plano da equipe a longo prazo, e é por isso será trocado por jovens talentos. Outro motivo para uma possível troca é o seu salário. Nesta temporada, ele está recebendo apenas US $ 8,4 milhões, na próxima temporada ele vai receber 9,1 milhões dólares e no ano seguinte ele tem uma opção de receber $ 9,8 milhões. Nada mal para o "melhor pivô da NBA", como diz o técnico da equipe, Byron Scott

Informações de sites americanos dão conta que Varejão estaria aberto para um comércio, pois não quer gastar o melhor basquete de sua carreira em um time com apenas 5 vitórias e 17 derrotas e preparado para o próximo draft. No atual momento de sua vida, o brasileiro quer jogar em um candidato ao título. Ele tem saudades dos playoffs, gostinho que teve nos primeiros anos de sua carreira, ao lado de LeBron James.

Em Ohio eles sabem que a hora de negociar o seu pivô é agora. Ele está no seu auge. Se realmente quiserem montar um time jovem para brilhar num futuro não tão distante, eles trocam Varejão o mais breve possível. E uma coisa é certa: ao lado de Pau Gasol, Derrick Williams e entre outros, Anderson vai ouvir seu nome em diversos times nos próximos dois meses.

0 comentários :

Postar um comentário

Manda a sua mensagem, solta o verbo, fã da NBA!