Acompanhe aqui:

30 de agosto de 2011

Com emoção, deu Brasil


Se na NBA estamos vivendo um locaute prolongado, o negócio é ficar de olho no Pré-Olímpico de basquete, torneio que vai dar duas vagas para as Olimpíadas de Londres 2012. Confesso que esqueci a hora do início do jogo da seleção brasileira, mas procurando por diversos canais passei pelo Sportv e peguei os minutos iniciais de Brasil e Venezuela.

Acompanhei alguns jogos de preparação do Brasi. Sei que eram adversários fracos, mas o que temos que levar em conta era a determinação da nossa seleção, que respeitou seus adversários ao máximo. A defesa foi um dos pontos que mais me chamou atenção.

No entanto, no jogo de hoje, defesa foi o que menos se viu. A seleção venezuelana, comandada pelo armador reserva do Memphis Grizzlies, Greivis Vásquez, deixava as coisas complicadas para o nosso lado. Por mais que o Brasil, nos talentos individuais, conseguisse algo, a facilidade com que a seleção era envolvida ajudava a Venezuela.

As bolas de três e as bolas espíritas do adversário estavam caindo. A vantagem chegou estar na casa dos nove pontos. Jogo perdido? Nada disso. Brasil cresceu, marcou melhor e virou.

Tem coisa para destacar? Claro que tem. Estrear com vitória sempre é bom. Não importa a situação. A confiança vai subir e as dificuldades desse primeiro jogo vão deixar todos atletas mais ligados. O poder de reação é outro aspecto que temos que ressaltar. A equipe teve a cabeça de ver que poderia voltar para o jogo a qualquer momento, em nenhum momento o time viu a vitória como algo difícil. Em outros jogos complicados isso pode ser determinante.

Contra o Canadá, às 20h30, o Brasil faz o seu segundo jogo. Não dá para perder!

0 comentários :

Postar um comentário

Manda a sua mensagem, solta o verbo, fã da NBA!