Acompanhe aqui:

18 de julho de 2011

Seria um “Tapa de Luvas”?


Alexandre Reis

Muitos poderão deduzir este texto como socialista e/ou comunista, mas esse não é o meu objetivo. Minha função neste post é deixar claro e explícito a desordem no basquete estadunidense nos últimos anos. Dizia o astro Kobe Bryant: “O basquete nos dias de hoje virou um esporte global. Os empresários também sabem fazer cestas e enterradas.”

Vejamos: Locaute, aproximadamente 115 funcionários da NBA sendo “chutados”, perda de quase dois bilhões de dólares desde 2005, enfim. Qual a conseqüência disso? A ida de astros para o exterior. A preferência deles? A CHINA. Como todos obviamente devem saber, a China é um país localizado na Ásia, mais populoso do mundo, ocupa o 3° lugar em tamanho territorial, e possui uma economia invejável. Agora devem estar pensando: o que isso tem a ver com o Locaute?

A pergunta é: Existem, além da NBA, muitas outras ligas de basquetebol de renome, como na Espanha, Turquia, dentre outras. Qual o interesse dos jogadores em ir ou participar de eventos comemorativos, especificadamente na China? Seria um “tapa de luvas” no capitalismo estadunidense que presenciou o seu principal esporte em queda? Seria a falência? Seria o “troco” que os jogadores estão dando na NBA? Bem, isto nunca é falado e tampouco discutido, mas que os jogadores estão sendo “espertos”, convenhamos.

0 comentários :

Postar um comentário

Manda a sua mensagem, solta o verbo, fã da NBA!