Acompanhe aqui:

14 de junho de 2011

A verdade sobre LeBron James


"Eu coloquei muita pressão em mim para não decepcionar meus companheiros, talvez foi até demais. Não joguei no nível que estou acostumado. Isso custou o título nas finais? Não sei, eu não estou satisfeito com minha performance"

Finalmente LeBron James disse algo sensato após a perda do título. Ele tem que parar de agarrar todos os méritos quando ganha e parar de se esconder quando perde. LeBron sabe que ficou devendo, mesmo quando exaltou seu trabalho ofensivo com as assistências e seu trabalho defensivo com a marcação. Isso é muito pouco para um jogador com o calibre de LeBron James, o cara que desde que estreou na NBA arrasta multidões, assina contratos milionários e tem seu jogo transmitido pela televisão diversas vezes. Ainda tenho certeza que ele jogará mais NBA Finals e ele tem que colocar na cabeça: eu tenho que decidir. Nada de tocar para Mario Chalmers fazer cestas importantes, nada de procurar Joel Anthony dentro do garrafão. É ele, LeBron James que tem que fazer praticamente tudo. Pode ser chamado de fominha, que falta coleguismo no seu jogo, mas não importa, para acabar com as brincadeiras e as piadas, ele precisa vencer um título e ser o herói, não ficar nas sombras do amigo Dwyane Wade. Eu tento não falar sobre ele, pois já comentei muita coisa. A minha opinião não muda: LeBron pecou por não tentar. Tentar quando falta 2 minutos com o jogo praticamente perdido não conta. Precisa "chutar o balde". Errou o primeiro, errou o segundo? Vai para o terceiro, não pára de arremessar.

Esse é o post definitivo para você opinar sobre o desempenho de LeBron nessas finais. Manda sua mensagem aí, a caixinha é toda sua. E para finalizar, sou fã de LeBron e não deixarei de ser por suas atuações que deixam à desejar, mas ele precisa mudar de atitude em certos momentos.

3 comentários :

comecei a acompanhar NBA esse ano, sou suspeito pra falar de qualquer coisa pq nao manjo muito! mas comecei a torcer pelo miami, e via sempre o lebron representando e gritava "THE KIIIIIIIIIIIIIIIING" sempre que ele fazia uma jogada espetacular! nao lembro de ter gritado "the king" nessas finais ;(

Infezlimente, lebron não teve o suporte nescessario do time, na verdade, não so nas finais mas a temporada inteira, era sempre ele e wade(algumas raras exeções bosh), mas se lebron pipocou ou não na final? quem somos nos para falar... todo mundo sabe como e dificil a pressão que ele sofreu nessas finais, seja por aquela historia do off-season, seja pela derrota no cavaliers, era a chance de se reerguer, mas enfim, cabeça levantada e proxima temporada ta ai, ainda acredito que vou ver meu ídolo do basquete levantando uma taça e colocanco o anel, sendo coroado de vez como rei do basquete.
abraço a todos

Concordo contigo Matheus, quando diz que se ele errar, tem que continuar tentando, afinal, o que foi que o Nowitzki fez? Mesmo depois de sair com 1/12 no primeiro tempo, ele continuava arremessando, o que mantinha a defesa ligada nele, liberando outros jogadores muitas vezes...Enquanto isso, LeBron parou depois do primeiro quarto, ele não errava, por que não arremessava...ora, se ele não arremessa, um a menos pra marcar, facilitando pro Dallas, ou deixando menos difícil ao menos =)

Postar um comentário

Manda a sua mensagem, solta o verbo, fã da NBA!