Acompanhe aqui:

5 de junho de 2011

Várias questões a serem respondidas

Responde aí, LeBron...

Muitas dúvidas assolam esse jogo 3 das finais entre Miami Heat e Dallas Mavericks. A única certeza que temos é que o jogo será em Dallas. O Heat estava com muita confiança, moral elevada após estar sendo o destaque dessa pós-temporada. Isso refletia em quadra. Após estar vencendo por 15 pontos e apenas 7 minutos por ser jogado, já tinha gente cravando o time da Flórida campeão da temporada. O basquete apresentado pelo Heat dava impressão que seria quase impossível o Dallas virar essa série. Só que, juntando a garra dos Mavs e o relaxamento de Miami, a diferença de quinze pontos não foi somente tirada e sim revertida. Dirk, Kidd e Cia. fez o que ninguém esperava. Não canso de destacar a virada épica.

Três dias se passaram e hoje, na American Airlines Center, o jogo 3 terá como principal pergunta: como está o emocional do Miami Heat? Vai entrar com sangue nos olhos e tentar a todo custo vencer esse jogo e roubar o mando de quadra perdido na quinta-feira? Ou vai entrar sem confiança, com medo de chutar e se amedrontar perto do alemão?

Eu, como treinador, diria: o que passou, passou. Se concentrem no jogo de hoje. É simples. O pessoal de South Beach devem pegar o próprio adversário como exemplo. Se lembram quando o Dallas abriu uma diferença enorme sobre o Portland Trail Blazers e, no show de Brandon Roy, perdeu aquela partida? O time não se abalou e venceu os outros dois jogos e acabou com a série. Quando todos esperavam ver um Mavs se apequenando e um Blazers cheio de moral, viu o contrário. Dallas esqueceu o que passou no Rose Garden e espantou qualquer desconfiança.

A série vem sendo marcada pelo equilíbrio. Por mais que uma equipe abra uma vantagem considerável, a outra está indo lá e revertendo a situação. O jogo dos Mavs é bem simples: jogar no alemão, contar com um banco ativo e ser preciso nas bolas de três. Para o Heat, contar com o trio pegando fogo e uma defesa ligada, é o caminho da glória. Quando relaxou e parou de marcar como marcou Boston, Chicago e Dallas (no jogo 1), o time se perdeu. Agora vamos saber como está a atmosfera da torcida do Texas, que só viu uma derrota de sua equipe jogando em casa nos playoffs. Não gosto de palpitar, sou daqueles que curte ficar em cima do muro.

Só sei que será um jogo espetacular, com um Heat sabendo que precisa recuperar o mando de quadra, e um Dallas sabendo que se vencer os três jogos em casa vence a NBA. Eu não acredito nisso, acho que a série volta para a Miami. E você? O que espera desse jogo? Comenta aqui no blog, amigo.

2 comentários :

Imagino mais um jogo equilibrado... acho que por mais que Miami se motive pra reverter o gosto amargo da última derrota, o fato de ser a primeira partida em casa na final vai deixar o Dallas na ponta dos cascos. Enfim, tudo especulação, o bom é que é amanhã já vem o jogo! :)

Assim, com certeza o jogo dois vai ficar na consciência. O próprio Mavs tem aquela série de dois anos atrás na consciência, mesmo que muito tenha mudado de lá pra cá.

O jogo deve ser parelho, mas o Miami depende muito de Wade e Lebron, que dependem muito de embalo. Nesse ponto, jogando fora de casa contra um time experiente, Marion defendendo do jeito que ele está, Nowitzky decidindo do jeito que está...

O Mavs parece ser favorito para levar o jogo no fim... e se o Mavs levar no fim de novo o moral do Heat vai pro chão. Daí o Heat vai precisar de um pequeno milagre no jogo quatro pra ressuscitar.

Postar um comentário

Manda a sua mensagem, solta o verbo, fã da NBA!