Acompanhe aqui:

16 de junho de 2011

Os primeiros comentários sobre a possível greve na NBA


Charles Barkley vem sendo marcado por suas declarações no fim da temporada. Ele comentou que o Miami Heat é composto por chorões e falou mal da torcida de Miami. Mais tarde, falou sobre o que ele faria se administrasse uma equipe. Mas, agora, em entrevista à uma rádio local norte-americana, Barkley comentou a situação em que a NBA se encontra com o possível lockout se aproximando.

Quando será a próxima vez que veremos um jogo de basquete na NBA considerando a situação do lockout que vem vindo?

“Mano, esses donos no seu esporte e no meu esporte (futebol americano e basquete), eles estão desenhando uma linha na areia, pra ser honesto com você. Vai ficar feio. Sinto-me mal porque estamos saindo de um grande ano pra NBA. O Dallas Mavericks fez uma história bonita. Se você não consegue ficar feliz por Dirk Nowitzki e Jason Kidd, tem algo errado com você e não tem nada haver com o ódio ao Miami Heat. Você deve ficar feliz por Dirk Nowitzki e Jason Kidd, mas isso é apenas minha opinião. Esses chefões estão batendo o pé e vão para dentro. Serei honesto...Eu ficaria surpreso se jogássemos basquete no próximo ano. Eu acho que apenas eu agora. Eu não tenho nenhuma notícia interna. Eu acho que vai acontecer o seguinte, uma vez que começarmos a perder jogos e a situação começar a se rastejar, acho que vão dizer ‘Quer saber? Não vamos jogar esse ano.’ Isso é apenas minha opinião pessoal porque na última vez (1999) foi muito negativo quando jogamos 40-50 jogos. Eu acho que a reação foi tão negativa. Algumas pessoas dizem que o Spurs não venceu realmente aquele campeonato porque aquele ano não contou. Eu acho que uma vez que a NBA ter o lockout e tudo começar, eu espero que não vamos perder jogos. Eu tenho um grande respeito por David Stern, creio que ele seja o melhor comissário nos esportes e eu realmente acredito que esses donos em ambos esportes que estão na situação tentarão quebrar essas uniões, eu realmente acredito nisso.”


O que era apenas palavras dos proprietários e união dos jogadores, pessoas ligadas a NBA já começam a dar sua opinião e fazem os primeiros comentários sobre a greve que muito provavelmente deve acontecer. Ainda não houve acordo entre os jogadores e os chefões da NBA. Vale lembrar que o contrato atual expira no dia 30 de junho e, não havendo um acordo, vamos reviver o que aconteceu no ano de 1999, com apenas 50 jogos na temporada regular.

E você, leitor, o que achou das palavras do Charles Barkley? Eu sempre acho que ele fala besteiras atrás de besteiras, mas confesso que ele mandou super bem nesse texto. Comenta aí, os comentários estão liberados!

Sérgio Júnior

2 comentários :

odeeio esse cara -.- mas tudo que eu não quero agora é uma greve na NBA! to começando a acompanhar e ja encaro uma greve? nao é justo uAHSUAHs

Olá!
Comecei a acompanhar a NBA há pouco tempo e também não gostaria de ver uma greve justo agora. Mas o que disse Barkley tem lá seu fundamento e acredito que isso pode acontecer, sim. É uma pena para os apreciadores da liga.

Postar um comentário

Manda a sua mensagem, solta o verbo, fã da NBA!