Acompanhe aqui:

5 de junho de 2011

Faltou coerência ao Lakers


O Los Angeles Lakers chamou atenção do mundo ao contratar Mike Brown para ser o novo treinador da equipe, após Phil Jackson anunciar sua aposentadoria. Todos conhecem o trabalho de Brown, é um bom treinador, mas Brian Shaw estavao o Lakers entrar em contato para saber o motivo de não chama-lo para uma conversa e ver sua disponibilidade para ser o treinador da equipe.

Onze anos como auxiliar e cinco títulos, Shaw deu ao Lakers tranquilidade, inteligência e a calma para o astro Kobe Bryant. No entanto, eles contrataram Mike Brown, sem sequer dar um telefonema a Shaw.

"Mas eu posso me sentir bem sabendo que fiz o possível para representar a organização Lakers tão bem quanto eu poderia."

A outra versão da história é que o gerente Mitch Kupchak estava tentando agendar um almoço com Shaw, e o proprietário Jerry Buss estava procurando o número do telefone do auxiliar.

Isto faria sentido se Shaw fosse convidado para fazer parte da comissão técnica, formada pelo recém contratado Mike Brown, mas, pelo que parece, não vai acontecer e Shaw ficará de fora.

"Eu só sei que eu queria ser um Laker para o resto da vida", disse Shaw.

E vamos lembrar, amigos, que Brian Shaw tinha o total apoio de Kobe. Quando perguntado quem gostaria de ver treinando a equipe, Kobe não pensou duas vezes e disse, na lata: Brian Shaw. Houve até brincadeiras no twitter: o Lakers quer o “fulano”, Kobe quer Shaw, então: parabéns Brian Shaw. Brincadeiras à parte, Mike Brown assumiu e Shaw virou carta fora do baralho. Estranho, não?

0 comentários :

Postar um comentário

Manda a sua mensagem, solta o verbo, fã da NBA!