Acompanhe aqui:

10 de junho de 2011

Com a mão na taça


O Dallas Mavericks está a uma vitória de conquistar o seu primeiro título da NBA. Jogando seu último jogo em casa, a equipe novamente contou com a colaboração de todo o elenco e venceu o Miami Heat por 112-103. Agora a série volta para Miami com o Heat totalmente pressionado.

A equipe de Rick Carlisle fez algo que não vinha sendo comum na série até o momento: estar na frente no placar boa parte do jogo. Com as bolas de três caindo (13-19), Dallas levava seu torcedor ao delírio. Para ajudar ainda mais, Dwyane Wade sentiu uma lesão e ficou muitos minutos fora de quadra. Com o trio desmanchado, as coisas ficaram mais fáceis.

Mas Wade voltou e trouxe o Heat de volta para o jogo. Quando o jogo entrava para sua reta final, o time de Miami conseguiu abrir 100-97, mas viu o rival crescer novamente e virar a partida. Aí sim, algo comum na série final. A partir daí, foram 15 pontos texanos contra 3 da equipe da Flórida.

O alemão segue impossível. Marcou 29 pontos e segue impecável na linha do lance livre (10-10). Fazer a falta em Nowitzki e colocar ele para bater lances livres é dar 2 pontos pro Mavs. Jason Terry voltou a ter excelente atuação e, com suas bolas de três espíritas, foi o destaque dos minutos finais, terminando o jogo com 21 pontos. Bare com 17 pontos, Kidd e Chandler com 13, também foram fundamentais para o triunfo. A nova formação de Carlisle deu certo e a equipe está crescendo demais.

Como comentei acima, Wade sentiu uma lesão após se chocar com Brian Cardinal e teve que ir para o vestiário. Mesmo assim, foi o cestinha da equipe com 23 pontos. Chris Bosh vem logo atrás com 19. LeBron James não pontuou muito, mas chegou ao triplo-duplo: 17 pontos, 10 rebotes e 10 assistências. Mais uma vez um triplo-duplo que não serviu para nada. Mario Chalmers vem entrando e dando conta do recado: 15 pontos para o armador reserva.

Sigo com a minha forte convicção: quem vencesse o jogo 5 seria o campeão. Dallas obriga o Heat a vencer os dois jogos em South Beach. A série de cinco anos atrás também estava 3-2 para o time da segunda melhor campanha e na ocasião deu Miami Heat. Eu torço para um jogo 7, para ser sincero.

Sobre o LeBron, ele melhorou em relação ao jogo passado, no entanto, sofrerá com novas críticas por não pontuar no quarto e decisivo período. Wade não está 100%. Resumindo, o Heat precisará tirar forças lá de dentro se quiser ser campeão. As coisas complicaram, mas nada que fuja do controle. Já o Mavs, com tranquilidade e usando da experiência, vira a série que se encontrava desfavorável. Nessa pós-temporada, o Heat em nenhum momento perdeu dois jogos seguidos. Dallas foi lá e conseguiu.

A Flórida vai tremer. A parada poderá ser decidida logo nesse domingo, às 21h. Quem leva?

0 comentários :

Postar um comentário

Manda a sua mensagem, solta o verbo, fã da NBA!