Acompanhe aqui:

30 de junho de 2011

Chegou o lockout na maior liga de basquete do mundo


O chefe da União da NBA, Billy Hunter, disse na tarde desta quinta-feira que os proprietários da NBA estão bloqueando os jogadores depois de não conseguir chegar a um novo acordo de negociação coletiva.

"É óbvio que o lockout vai acontecer esta noite", disse ele.

Com esta nova ação, dois dos quatro principais esportes profissionais nos Estados Unidos estão bloqueados. A NFL bloqueou seus jogadores em março, e os dois lados tem estado em discussão esta semana, tentando trabalhar em direção de um novo acordo.

Apesar de uma reunião de três horas, a NBA e seus jogadores não conseguiram fechar negócio e permaneceram em suas posições. Hunter comentou que o sindicato fez uma "moderada" nova proposta financeira, mas não foi suficiente.

Os lados permaneceram distantes em quase todas as questões importantes, a partir de salários para o teto salarial, até a repartição das receitas.

Os jogadores, que já se ofereceram para reduzir seus salários em US $ 500 milhões em cinco anos, examinou a proposta dos proprietários por um "flex" da PAC, em que cada equipe iria ter que gastar 62 milhões.

A esperança é que ambos os lados querem fazer negócio. Não importa as divergências, os dois lados querem acabar com o lockout o mais rápido possível. Só que se tratando de grandes números, inúmeras reuniões terão que ser feitas. Enquanto isso, vamos assistindo esse impasse, sem saber quando ele pode acabar. Anote aí, fã da NBA: a partir de 00:01, começa a greve na NBA.

Para ter uma noção de como haverá várias reuniões pela frente, David Stern explica o porque: “A diferença entre o que eles pedem e o que podemos pagar é assustadoramente grande”.

Agora é torcer para pintar Dirk Nowitzki no Brasília, Dwyane Wade no Flamengo, Kevin Durant no Pinheiros, Derrick Rose no Franca... Brincadeiras à parte, que comecem as negociações!

3 comentários :

Até sair o acordo entre proprietários e jogadores. Pode demorar meses e meses. Só sai nova temporada se houver o acordo.

Ah, obrigado. Tomara que cheguem a um acordo o mais rápido possível.

Postar um comentário

Manda a sua mensagem, solta o verbo, fã da NBA!