Acompanhe aqui:

19 de junho de 2011

As opções do Timberwolves


O Minnesota Timberwolves, aparentemente, tem um monte de opções para fazer com a segunda escolha no draft desse ano. Quase todos os dias surge uma notícia de uma contratação da equipe ou de possibilidades de negócios com a segunda escolha. O dia do draft está chegando e vai ser interessante ver o que a equipe vai fazer com o maior draft da história da franquia.

Um dos rumores mais interessantes é a equipe selecionando Derrick Aliians, do Arizona, e envolvendo Michael Beasley (foto), o cestinha da equipe na temporada 2010-11, em uma troca. Quase todos os "experts" que comparam Williams com Beasley estão dispostos a classificar o potencial da Williams à frente da evolução de Beasley.

Mas não podemos deixar de lado o fato que ambos podem atuar juntos no mesmo time. Embora seja um pouco ridículo dizer a respeito de uma equipe que ganhou somente 17 jogos na última temporada, o Timberwolves sente que encontrou um bom time e sabe que pode dar certo. Imaginem como seria ver Kevin Love, Michael Beasley, Wesley Johnson e, supostamente, a chegada de Ricky Rubio no próximo ano. Por dois anos, eles construíram uma equipe jovem e talentosa onde acreditam que ajudaria muito na adaptação do armador espanhol. Um time rápido e atlético. Todos lembram do Michael Beasley se metendo em confusões e sendo rotulado como problema. Sua ida para Minnessota foi uma surpresa e, mais surpresa ainda foi seu crescimento como pessoa logo no primeiro ano nos Wolves.

Kevin Love e Beasley tiveram boas exibições, assim como o novato Wesley Johnson. Agora o desafio do pessoal de Minneapolis é manter a base para a chegada de Rubio. Mesmo tendo a pior campanha da última temporada, o fato é que o Timberwolves era o time do futuro. As derrotas seguidas eram consequência de um time muito jovem. Se desfazer da metade do elenco não faz sentido.

Se Derrick Williams é, de fato, a escolha do Timberwolves, ele não teria tanta pressão sobre ele, como é normalmente esperado de uma seleção número dois em um rascunho. Williams está listado como 6'8, 241 quilos e, obviamente, se compara a Beasley, que está listado como 6'10, 235 libras. Ambos são clássicos "tweeners", como eles não são volumosos o suficiente e não muito rápidos para ser small forwards na NBA. No entanto, ambos têm a capacidade de reproduzir qualquer posição em boa parte do tempo, que iria fazê-los intercambiáveis. Beasley, devido ao seu tempo na NBA já está um passo a frente em relação a Williams, ainda mais por ter tido bons números (média de 19 pontos por jogo). A presença de Beasley para Williams seria importante para pegar conselhos com o companheiro que, como eu disse, está tendo uma nítida evolução dentro da NBA.

Embora possa não ser o tempo bastante ainda para desistir da combinação de Love e Beasley, o jogador deve se preocupar em diminuir o número de turnovers. Na última temporada, sua média era de 2,67 erros por jogo. Seu problema de tomar as decisões erradas em alguns momentos, forçar jogadas estranhas, contribuíram para o alto número de turnovers. Mas não se pode cobrar demais de um jogador de 22 anos que chegou a pouco tempo em uma franquia cheio de novatos.

Mas por quê seria interessante draftar Derrick Williams?

Se decidir manter seu time em conjunto e adicionar Williams, ele pode muito bem além de aprender com o companheiro, estar em cima sempre, pronto para substitui-lo. Beasley teria um novato talentoso beliscando seus calcanhares, tornando o trabalho ainda mais difícil. Posso estar falando lorota ou me equivocando, mas a temporada de 2011/2012 pode ser a mais importante para Beasley. Já habituado com o novo clube, a cidade, 4ª temporada me levam a dizer isso. Se ele não é capaz de ter sucesso com novas contratações, um elenco mais maduro, aí sim seria melhor envolve-lo em um comércio.

A temporada promete muito em Minnessota. Pode ser a temporada onde a franquia se recupera depois de anos sofrendo com derrotas. Opções não faltam. Ou usa bem o draft e pega o Williams, ou se envolve em uma troca que traria benefícios ao elenco. O momento é esse. A direção não pode falhar. Rubio já está garantido. Falta agora garantir um suporte para o jovem armador. Dia 23 vamos poder tirar melhores conclusões.

1 comentários :

seria interessante pro Wolves pegar um armador medalhão, experiente, para servir de sombra pro Rubio, e um bom jogador de garrafão, que é a posição mais precária do time... mas como o Wolves só faz merda, como pegar um Darko Milicic numa 2nd pick, não duvido nada de pegarem uma nada ou trocarem essa 2nd pick por alguém ruim

Postar um comentário

Manda a sua mensagem, solta o verbo, fã da NBA!