Acompanhe aqui:

25 de maio de 2011

Na prorrogação, Heat vence novamente e se aproxima das finais


Emoção até os últimos instantes marcou a terceira vitória do Miami Heat na série contra o Chicago Bulls. Equílibrio nos 48 minutos, a partida foi decidida na prorrogação, onde brilhou, mais uma vez, o talento do trio LeBron, Wade e Bosh. Agora a franquia da Flórida só precisa vencer um joguinho para ir as finais do melhor basquete do mundo.

Começando relaxado, o Heat viu o Bulls abrir uma vantagem de 12 pontos, porém, se recuperou logo, chegou a virar o marcador e também abrir uma vantagem confortável. Depois disso, somente equilíbrio. Alternando na frente do placar, ambas equipes amassavam o aro sem dó.

Na prorrogação, com as cestas de LeBron, a briga essencial de Bosh e os tocos de Wade, o Heat marcou 16 pontos e venceu. Méritos totais da equipe de Erik Spoelstra, que forçou seguidos turnovers do MVP Derrick Rose.

Novamente o trio passou dos 70 pontos. Quando isso acontece, o time de South Beach tem uma campanha de 40 vitórias e apenas 5 derrotas. LeBron foi o cestinha com 35 pontos. Zerado no primeiro período, Bosh voltou a crescer e terminou com 22 pontos. Wade não pontuou muito, mas defendeu como ninguém: 14 pontos e 3 bloqueios (todos na prorrogação). Mike Miller saiu do banco e ajudou com bolas de três, sendo dono de 12 pontos e 9 rebotes em 26 minutos jogados.

Rose, dono de um turnover estranho nos momentos decisivos da prorrogação, anotou 23 pontos. Dessa vez teve a colaboração dos companheiros Luol Deng e Carlos Boozer, ambos com 20 pontos. Quem não consegue aparecer bem na série é o pivô Noah, entretanto, se saiu bem nos rebotes (14). O banco vem deixando a desejar, hoje foram apenas 18 pontos.


O Heat tem tudo para avançar as finais. Em 8 casos tivemos viradas de 3-1 na pós-temporada. O Bulls seria capaz de reverter essa situação? No momento acho muito difícil. Por mais que o time de Chicago tente, o trio do Miami sempre está lá para botar fogo no jogo, forçar erros do Bulls e acabar com o jogo. Vem sendo assim sempre, exceto no jogo 1.

A série volta para o United Center. Os mais de 22 mil torcedores que vem comparacendo no ginásio devem jogar junto, serem o sexto homem da equipe. Você, torcedor do Bulls, sabe que a série não terminou, que tem esperanças de ver uma virada épica, mas sabe que é extremamente complicado.

O próximo capítulo dessa história vai ser contado na quinta-feira, o horário de sempre: 21h30, transmissão do Space.

0 comentários :

Postar um comentário

Manda a sua mensagem, solta o verbo, fã da NBA!