Acompanhe aqui:

14 de maio de 2011

Encontros pessoais para evitar a greve


O comissário da NBA, David Stern, e o diretor-executivo dos jogadores, Billy Hunter, têm se encontrando pessoalmente, para negociar um novo acordo coletivo.

Fontes disseram que ambos se reuniram na semana passada em Chicago, com os funcionários das duas partes presentes.

Os dois já negociaram em 1999 e 2005 e os encontros nunca obtiveram grandes progressos.

Contra um cenário de conflitos trabalhistas e ações legais em andamento na NFL, os representantes da NBA e da associação dos jogadores recentemente mudaram seus discursos dando à entender que tudo dará certo e que a greve não acontecerá. Só que não é bem isso que vem acontecendo.

O contrato já existente expira 30 de junho, e, na ausência de uma novo acordo, o proprietário da NBA prometeu bloquear o jogadores.

Na semana passada, os jogadores fizeram uma proposta, mas o negócio foi recusado. O motivo alegado por Derek Fisher, o presidente da associação dos jogadores é que a proposta é bem semelhante ao negócio apresentado a mais de um ano atrás.

A liga tem procurado $ 800 milhões em receita adicional anual dos jogadores, assim como um teto salarial rígido. O sindicato tem defendido um acordo de receita parecido com o atual, embora rejeite a ideia de um limite rígido.

Para alguns jogadores, a greve já é dada como certa. Agora só resta torcer para que os encontros de Stern e Hunter sejam proveitosos.

0 comentários :

Postar um comentário

Manda a sua mensagem, solta o verbo, fã da NBA!