Acompanhe aqui:

1 de maio de 2011

Dwyane Wade e James Jones comandam a festa do Heat sobre o Celtics


Na abertura da semi-final no lado leste, o Miami Heat recebeu o Boston Celtics na American Airlines Arena. Com tarde/noite inspirada, Dwyane Wade mostra para todos quem manda em Miami e como se joga uma partida importante de playoff. Antes que os torcedores do Celtics entendam mal, minha afirmação sobre quem manda em Miami foi para o LeBron não para a franquia verde.

O jogo começou com poucos pontos de ambos os lados. Muitos erros e muita defesa. Aos poucos os jogadores iam se soltando e melhorando o nível da partida.

Wade, o jogador com mais tempo de casa entre o trio, chamou o jogo para si e não decepcionou os mais de 20 mil torcedores não tão barulhentos torcedores. Wade anotou 38 pontos e distribuiu 5 assistências. LeBron James teve atuação razoável, marcando 22 pontos. Chris Bosh não ajudou no ataque, mas teve excelente atuação na defesa: 2 bloqueios e 12 rebotes. Não posso me esquecer do reserva James Jones, dono de 25 pontos (ficou perto de carrer high), que chamou atenção de todos. Jones acertou 5 bolas de três e foi 10-10 nos lances livres.

Paul Pierce, que vinha crescendo no segundo tempo, recebeu duas faltas técnicas e foi expulso da quadra, faltando pouco mais de 7 minutos para serem jogados. Se Wade chamou o jogo para si, Ray Allen fez igual. Responsável por quase todos ataques dos celtas, Allen marcou 25 pontos. As dececpções ficaram por conta de Rondo e Garnett, que juntos tiveram aproveitamento de 6-19 nos arremessos de quadra.

Não podemos se precipitar. Apenas um jogo foi disputado. Tem muito chão para ser percorrido, porém, temos que admitir que essa vitória vai dar moral para o time de South Beach. Por outro lado, temos os "vovôs" de Boston, que sabem que essa vantagem não é quase nada.

O próximo jogo é na terça e terá transmissão do Esporte Interativo e do Terra.

3 comentários :

O mito Jones jogou bem hoje mas ele é horrível... quem fala isso é o cara que fica no twitter do @MiamiHeatBrasil durante os jogos.

Pois é, concordo. Mas quando ele se destaca, temos que falar, né? hahaha

Nesses casos sim! mas ele é horrivel quando erra a primeira não acerta mais nenhuma no jogo ou acerta uma/duas kkkkkkkkkkkkkkkk

Postar um comentário

Manda a sua mensagem, solta o verbo, fã da NBA!