Acompanhe aqui:

8 de maio de 2011

Diga aonde você vai que eu vou varrendo

Mais algumas bolas de três e ele levantava vôo

No som do grupo Molejo, vamos seguindo e cantando: diga aonde você vai que eu vou varrendo. Essa foi a música que Rick Carlisle passou aos seus comandados. O Dallas Mavericks não deu chance para o Los Angeles Lakers e, num massacre, a franquia texana varre os atuais bi-campeões e está na final da conferência oeste.

Não foi um jogo. Foi uma humilhação. Como eu postei mais cedo no blog, coloquei palavras do Kobe Bryant, no qual ele dizia que podia estar louco, mas achava que o Lakers iria virar a série contra os Mavs. Em quadra, vimos um Lakers bagunçado, perdido e um Dallas Mavericks em uma tarde iluminada.

Jason Terry e Peja Stojakovic castigaram com suas bolas de três. Combinados chutaram 16 tiros longos e 15 arremessos foram certeiros. Com suas 9 bolas de três, Terry igualou a marca de Rex Chapman, Vince Carter e Ray Allen nos playoffs. O alemão Dirk Nowiztki marcou 17 pontos, teve uma "folga" e não precisou aparecer muito. JJ Barea voltou a jogar bem na série e anotou 22 pontos.

Kobe Bryant começou pegando fogo e chamando o jogo para si (absolutamente normal), anotando boa parte dos pontos de Los Angeles. O problema foi que nada dava certo, as bolas de Dallas estavam caindo todas. Marcando somente 2 pontos no segundo tempo, Kobe terminou a partida com 17 pontos. Ficando mais minutos em quadra, Shannon Brown foi responsável por 15 pontos.


O ponto negativo ficou por conta de Odom e Bynum. O time da Califórnia mostrou que não sabe perder. Odom e Bynum foram covardes ao tentarem agredir dois jogadores do Mavs. Ganhar é excelente, tudo bem, porém, tem que saber perder. Ridícula a atitude de ambos.

Pela 99ª vemos um time abrir 3x0 e se classificar. Eu até esperava uma vitória de Lakers hoje. A única coisa que eu não esperava era ver essa facilidade que Dallas teve para vencer o jogo. No final de partida, tínhamos jogadores como Luke Walton, Ian Mahinmi e Brian Cardinal em quadra.

Méritos totais para os Mavs, que agora aguardam seu adversário do confronto entre Memphis e Oklahoma. E hoje acompanhamos a última partida de Phil Jackson como treinador. Obrigado por tudo, Phil, o basquete ganhou muito com você!

1 comentários :

Postar um comentário

Manda a sua mensagem, solta o verbo, fã da NBA!