Acompanhe aqui:

15 de maio de 2011

Bulls x Heat: Em detalhes


Alexandre Reis

Bulls:

O time do técnico Thibodeau vai mostrando um excepcional trabalho até aqui. Ótimo esquema defensivo e um rápido e eficiente ataque concretizaram o 1° lugar na temporada regular. Mais do que merecido. Comecemos de cima: Recém eleito MVP da temporada regular, Derrick Rose liderou o time de Chicago com médias de 28,8 pontos e 8,2 assistências por partida na série contra o Hawks. Rápido como o vento, incansável e físico invejável faz do garoto de 22 anos uma espécie de “joga em mim, que eu resolvo”. O maestro do time. Joakim Noah: apesar de sua lesão na season, a mesma não comprometeu sequer o seu rendimento em quadra. Dono do 3° maior número de rebotes nos playoffs, Noah é o xerife da defesa do Bulls e poderá trazer grandes problemas para Chris Bosh. Chegamos a Carlos Boozer, reforço vindo do Utah Jazz que vai dando uma contribuição razoavelmente boa nesses playoffs com médias de 11,8 pontos e 9.5 rebotes por partida. É o “experiente do time”, com 29 anos. É de grande utilidade, tanto no setor defensivo quanto ofensivo. Peça importante. Luou Deng, que também vem tendo um bom desempenho no ataque com média de 16,7 pontos nos playoffs, é indispensável no elenco. Não é por acaso que é o capitão do time. Ajuda muito principalmente quando Boozer fica no banco.




Heat:



É o time sensação da NBA, contratou reforços de peso como LeBron James e Chris Bosh. Aniquilou adversários e vem com tudo para a final do leste. Dobrar a marcação no James? Sobra Wade. Dobra a marcação no Wade? Sobra James. Bosh contribuindo com a defesa. James Jones e suas importantes cestas de 3. Sim, difícil de parar. Mas além das qualidades, vêm os defeitos.

Um exemplo: em 477 pontos marcados pelo Heat na série contra o Boston, 355 pontos (74,4%) vieram de James, Wade e Bosh. Spoelstra sequer preocupa com rotação, prefere acreditar no talento dos três (James, Bosh e Wade). Pra que rotação, né ? Não é bem assim. Caso o big-three estiver mal, o Heat passará grandes dificuldades contra o equilibrado e jovem time do Bulls. Spolestra que se cuide. Entretanto, time com Wade, James e Bosh juntos merecem respeito em todas as partes do mundo. Eliminar o todo poderoso Celtics por 4-1 não é pra qualquer time.


Enfim, será um grande espetáculo e que vença o melhor.

0 comentários :

Postar um comentário

Manda a sua mensagem, solta o verbo, fã da NBA!