Acompanhe aqui:

24 de abril de 2011

Os méritos do Thunder vencem os deméritos dos Nuggets

Sérgio Júnior (@JuniorTNandTN)

O Denver tentou, usou ao máximo seu extenso elenco para sempre ter jogadores em bom momento em quadra, mas não deu. Do outro lado tinha além da dupla, o grande Serge Ibaka direto da República do Congo para buscar essa vitória fora, foram 22 pontos e 16 rebotes para o monstro africano, fora 4 tocos. Nos Nuggets o principal nome foi Nenê que brigou com muita garra e dá muitos motivos para acontecer à renovação de seu milionário contrato.

Precisando da vitória, o time do Nuggets foi agressivo no primeiro quarto, com boa participação de Arron Afflalo, jogador que fez uma enorme falta nos primeiros dois jogos, com duas bolas pra três. Do outro lado, Westbrook fazia a festa pra cima dos marcadores e terminou o quarto com 10 pontos, dobro de pontos de Durant.


No 2º quarto o Thunder voltou pressionando na defesa e os Nuggets caíram como bebê aprendendo andar, foram inúmeros roubos de bola e turnovers que possibilitaram o Thunder chegar a abrir 9 pontos. Foi neste quarto que Durant acordou e liderou o time com boas jogadas e cestas. No lado do Denver começava a aparecer os problemas nos chutes. Gallinari, Chandler, Felton, Al Harrington e Ty Lawson foram pífios e acertaram apenas 8 arremessos no jogo, muito pouco para jogadores que formam um dos melhores elencos da liga. Sem seus chutadores, Denver teve que ir para o garrafão e o trio Birdman, Kenyon Martin e Nenê fizeram 43 dos pontos do time.

O 2º tempo consolidou o domínio do Thunder que conseguiu parar o melhor ataque da liga e, apesar de ter alguns problemas para atacar, sempre conseguiu fazer os pontos necessários para manter-se à frente. E esse trabalho defensivo não é de hoje, o Denver ainda não chegou aos 100 pontos em algum jogo da série.

Já no último quarto, Denver foi sem sua força e sem sua força da torcida. Poucos eram os jogadores realmente ligados, Nenê era o grande nome do time com força e garra contra o garrafão azul. O jogo parecia morto, mas após um bom trabalho defensivo e duas cestas de JR Smith, o Nuggets tinha 3 pontos atrás e a última posse, porém o desfecho foi polêmico, James “barba de bode” Harden marcou forte JR e cometeu uma suposta falta, que foi ignorada pelos juízes, deixando JR muito irritado. Sem a falta, a vitória do Thunder estava sacramentada e Durant correu pro abraço.

Um detalhe do jogo foi o enorme número de faltas, Denver cometeu 25 e o Thunder 31. Isso foi outro fator para o jogo, Denver errou 15 dos 45 lances livres que teve, enquanto Oklahoma City errou apenas 10 de 43.

Hoje o Thunder deu o maior dos passos para fechar a série na próxima segunda-feira, a torcida de Denver havia desistido antes mesmo de o jogo ter acabado e a série não deve se reverter. A façanha que Denver deve fazer nunca foi feita antes, virar uma série que esteva em 3 a 0. Mas milagre não é algo novo em Denver, o time foi o primeiro 8º seed da história que eliminou o primeiro colocado. Quer mais pimenta? O time foi o Supersonics, no longínquo ano de 1994 quando Dikembe Mutombo era novo e jogava pelos Nuggets, time que deu origem ao Thunder. Torcedor do Denver pode sonhar, mas eu não garanto nada.

E para finalizar, engraçado que Nuggets e Melo estão numa situação idêntica, ambos estão perdendo a série por 3 a 0 e parece que ninguém conseguiu fugir do destino, já que Denver e Melo juntos passaram da primeira rodada apenas uma vez.

0 comentários :

Postar um comentário

Manda a sua mensagem, solta o verbo, fã da NBA!