Acompanhe aqui:

4 de abril de 2011

A crise em Salt Lake

O problema começou com eles

Antes do início da temporada, acredito que nenhum torcedor, nem mesmo o mais pessimista, achava que o Utah Jazz teria uma temporada terrível como está sendo essa. O começo foi até bom, onde o time estava conseguindo reverter resultados improváveis e estacionava seu carro nas primeiras posições no lado oeste. Como sempre, Deron Williams ditava o ritmo da equipe. De repente tudo isso mudou. Começou quando Deron questionou uma jogada pedida por Jerry Sloan, contra o Chicago Bulls. Aquilo foi a gota d’agua para o treinador que comandava o time de Salt Lake City desde 1988. Bom, o clima entre Sloan e Williams já não era bom há um tempo, segundo fontes dos bastidores do Jazz, mas a corda estorou mesmo na partida contra o Bulls. Não demorou muito e saiu a notícia que Deron Williams estava se mudando para New Jersey para jogar no Nets. Na troca, o Jazz recebeu Derrick Favors e Devin Harris. A coisa desandou. Utah desencontrou o rumo das vitórias e vem acumulando derrota atrás de derrota.

Ontem o time viajou até a Califórnia para enfrentar o Sacramengo Kings. O que poderia ser uma vitória para dar um pouco de moral para o grupo, se tornou na 8ª derrota consecutiva: 106-97. O pior é que a equipe em nenhum momento deu indícios que poderia reagir, os Kings dominaram o jogo por completo. A boa notícia para os torcedores do Jazz é que o novato Gordon Hayward teve grande participação, anotando 19 pontos.

Se lembram da troca que o time fez com o Nets? Bom, o Harris está lesionado. O Derrick Favors, em 18 minutos em quadra, marcou 4 pontos. E aí, será que Utah fez um bom negócio?

Sempre achei o Jazz um time simpático, mas nessa temporada foi burrada atrás de burrada. Desde a briga do Sloan e do Deron até as trocas feitas pela direção. Agora o time tem que sentar e rever várias coisas para a próxima temporada. Precisa reforçar a equipe. Depender que o Millsap e o Jefferson vão fazer de tudo não é o caminho. Hayward ainda é novo, precisa amadurecer, mas merece algumas chances, tem futuro. Mas para não ser injusto, tem que lembrar que o time está passando por problemas de lesões: Raja Bell e Kirilenko estão fora há alguns jogos. Que os chefões da franquia aprendam com os erros dessa temporada e levem isso como aprendizado para que isso não se repita mais. Uma das melhores torcidas da NBA não merece passar pelo que está passando.

0 comentários :

Postar um comentário

Manda a sua mensagem, solta o verbo, fã da NBA!